Práticas de Sustentabilidade Corporativa no Brasil: Uma Análise do Setor de Papel e Celulose

O presente trabalho procurou identificar um caso de negócios setorial para a Sustentabilidade Corporativa, analisando o setor brasileiro de Papel e Celulose. Para isso, buscou-se avaliar a competitividade e as principais questões socioambientais que interferem no resultado econômico das empresas do setor, bem como a implementação do conceito de Sustentabilidade Corporativa nas empresas pesquisadas. Para essa análise, foi utilizada metodologia que contemplou entrevistas com 24 executivos de diferentes áreas da alta gestão, de cinco empresas que ocupam posição de destaque no setor. A metodologia também contou com um questionário aplicado com 38 executivos da alta e média gerências empresas referidas, bem como com a análise de informações públicas do setor e das companhias. Como resultado do estudo, verificou-se que as companhias demonstram motivação, capacidade de implementação e alinhamento organizacional em relação ao tema Sustentabilidade Corporativa. Contudo, a adoção do conceito nas ferramentas gerenciais ainda não está bem estruturada nas empresas, pois mesmo com avanços em ferramentas mais normativas, ainda são necessárias melhorias na mensuração de impactos e desempenho, especialmente em relação ao papel da Sustentabilidade nos resultados econômico-financeiros. Sendo assim, a principal conclusão do trabalho é a de que o setor de Papel e Celulose ainda não tem o seu caso de negócios para a Sustentabilidade Corporativa, embora demonstre esforço e direcionamento para isso.