Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


22/04/2013

Simulação multiagentes aplicada ao planejamento da produção florestal sustentável

Dissertação de Mestrado defendida no Departamento de Engenharia Florestal da UFV pelo Engenheiro Florestal Carlos Alberto Araújo Júnior, sobre a utilização de multiagentes na produção florestal

Figura extraída da dissertação sobre inteligência artificial e sua interação com campos da ciência
O trabalho objetivou avaliar a aplicação do paradigma da Inteligência Artificial Distribuída em problemas de manejo florestal. Para isso, foram desenvolvidos dois Sistemas Multiagentes: um para o planejamento de longo prazo de um empreendimento florestal (i) e outro para seqüenciamento da colheita no intervalo de um ano (ii). Para o SMA i, foram modelados três tipos de agentes: agente de colheita, agente de inventário e agente de controladoria. O ambiente considerado foi uma empresa florestal com 120 talhões em área igual a 4.269,29 ha. Os agentes atuaram de maneira sincronizada no ambiente buscando atingir o objetivo global do sistema que foi determinar a sequência de colheita anual que retornasse maior valor presente líquido. Foram consideradas restrições de integridade dos talhões, demandas mínima e máxima, áreas mínima e máxima manejadas anualmente e colheita com prioridade para florestas mais velhas. O SMA foi capaz de gerar cenários viáveis e avaliar qual destes era a melhor solução. O SMA ii considerou a modelagem de três tipos de agentes: agente de cadastro, agente de colheita e agente de controle. O foco do SMA ii foi gerar planos que indicassem os talhões a serem colhidos em cada mês no horizonte de planejamento de um ano. Foram consideradas as restrições de variação na produção mensal menor que 10% e variação na densidade média da madeira entregue na unidade de processamento inferior a 5%. Para este SMA avaliou-se o comportamento do mesmo em duas situações. Na primeira situação o agente de colheita possuía um direcionamento para seqüenciamento de fazendas a serem manejadas e na segunda situação esse conhecimento foi-lhe retirado. O SMA ii foi capaz de gerar cenários de corte que atendessem às restrições estabelecidas. O aumento do grau de conhecimento do agente de colheita em relação à sequência de fazendas para deslocamento da frente de colheita melhorou o desempenho do sistema. Concluiu-se que Sistemas Multiagentes podem ser utilizados como ferramenta para o ordenamento da produção florestal de longo e curto prazos.

Orientação e Banca
Orientador: Hélio Garcia Leite
Coorientador: José Marinaldo Gleriani
Membros da banca: Gilciano Saraiva Nogueira e Carlos Antônio Álvares Soares Ribeiro

Para acesso à dissertação completa, acessar o link:
http://www.tede.ufv.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=4108




Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

07/07/2020 às 02:22

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2634 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey