Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


21/06/2013

Setor florestal se sobressai em um 2012 de baixo crescimento econômico

Números do anuário da Abraf mostram que de todos os produtos florestais, apenas a celulose não apresentou crescimento nas exportações

Foto: A área plantada aumentou em 2,2%

Um livro contendo 146 páginas com todos os detalhes do setor florestal. O anuário estatístico 2013 da Associação Brasileira de Produtores de Florestas Plantadas (Abraf), ano base 2012, mostra que as dificuldades que o País passou – com o baixo crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) - não massacraram o setor florestal. A silvicultura mostrou que tem força mesmo em um cenário adverso.

O valor bruto da produção ficou em R$ 56,3 milhões, ou seja, um número 4,6% maior que o do ano anterior e pode ser traduzido na queixa do aumento generalizado dos custos tão comentada pelo empresariado atuante no setor. Em termos de tributos, os valores chegaram a R$ 7,6 bilhões. Este valor representa 0,5% de toda a arrecadação nacional. O montante referente à contribuição para o saldo da balança comercial foi de US$ 5,5 bilhões. Apesar da cifra bilionária ser 3,8% inferior ao ano anterior, a participação no superávit da balança comercial saltou de 19,1% para 28,1%.

O número de empregos gerados chegou a 4,4 milhões e os investimentos em inclusão social, educação, saúde e meio ambiente atingiram ao montante de R$ 149 milhões. Ao todo, 1,3 milhões de brasileiros foram beneficiados, distribuídos em mil municípios. A área de floresta plantada no País aumentou 2,2%, chegando a 6,6 milhões de hectares, dos quais 76,6% destas florestas são compostas por eucalipto e 23,4% por pinus. Estes plantios estão divididos nos Estados de Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Bahia, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Maranhão, Pará e Tocantins.

A área de florestas nativas aumentou 0,9%, ou seja, 163 mil hectares só ano passado. O consumo de madeira em toras atingiu a 182,4 milhões de metros cúbicos, aumentando em 7,2% contra os 170,1 milhões do ano anterior. Nas exportações, só a celulose registrou uma queda de 0,7% na comparação entre 2012 e 2011, isto é, a quantidade diminuiu de 14 milhões de toneladas para 13,9 milhões. No papel, o aumento foi de 0,5%, saltando de 10 milhões de toneladas para 10,05 milhões.

Na área madeireira, os números das exportações foram melhores. Nos painéis industrializados, por exemplo, a elevação foi de 12,8%, saltando de 6,47 milhões de metros cúbicos para 7,3 milhões. Na madeira serrada, houve um pequeno incremento exportador de 0,8%, o que em números quer dizer um pequeno de salto de 9,09 para 9,16 milhões de metros cúbicos. Nos compensados, as exportações se elevaram em 13,5%, com um aumento de 1,85 milhões de metros cúbicos, para 2,1 milhões. No carvão vegetal, as exportações registraram uma pequena alta de 1,4%, no qual o metro de carvão saltou de 17,57 milhões para 17,81 milhões. Os destinos das exportações foram Argentina, Alemanha e China nos compensados e celulose. Já os Estados Unidos foram responsáveis pelas compras dos painéis e da madeira serrada.


Fonte: Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

20/01/2020 às 00:21

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1195 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey