Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


03/03/2011

RS: projetos de biodiesel e fomento florestal ganham cartilhas

Durante o encontro de avaliação e socialização de resultados dos projetos do biodiesel e de fomento florestal, realizado na manhã de hoje (03), no Parque da Expoagro Afubra, houve o lançamento de duas cartilhas informativas.

Na publicação “A Produção Integrada de Biodiesel e Alimentos a Partir do Girassol” estão informações sobre o processo da pesquisa realizada com apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). 

Também constam considerações dos realizadores, que são a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), a Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e demais parceiros. E a cartilha “Manual Técnico do Silvicultor” traz explicações sobre a atividade de florestamento e é resultado do programa implantado pela Afubra com apoio do MDA.

A programação teve também apresentação sobre os dois projetos para o público formado por produtores rurais, pesquisadores, técnicos, ambientalistas e engenheiros florestais e agrônomos. O engenheiro florestal da Afubra, Juarez Iensen Pedroso Filho, falou sobre o programa desenvolvido em 10 municípios da região Centro-Serra gaúcha para promover a diversificação rural por meio da atividade florestal. O objetivo é incentivar o uso múltiplo de florestas na propriedade, não apenas o consumo como lenha, pois é possível obter vários produtos madeireiros, além da atividade silvopastoril e produção de mel.

O programa permitiu implantar 40 florestas demonstrativas de meio hectare e realizar o manejo florestal em oito capoeiras existentes. Os produtores receberam assistência técnica, treinamento para tratos culturais e monitoramento durante o primeiro ano. No manejamento de florestas existentes foi dada orientação técnica, feito inventário, desbaste, implantação de árvores e combate a formigas. E, para socializar as experiências, houve 29 eventos e treinamentos. “O sistema silvopastoril foi implantado em 10 áreas e a apicultura foi desenvolvida com 80 colmeias nas florestas”, comentou Juarez Pedroso.

O engenheiro florestal disse ainda que outra forma é agregar valor à madeira por meio da serraria móvel, que faz o beneficiamento e aumenta consideravelmente o valor do produto. O programa previsto está chegando ao final e o próximo passo será o registro das áreas. “Os resultados estão sendo animadores, pois o mercado para madeira é bastante favorável”, completou. E o gerente do Departamento Agroflorestal da Afubra, Jorge Antônio de Farias, lembrou que não há propriedade que não precise de floresta. “Estamos agora incluindo o viés econômico para que a floresta sirva para obter renda”, completou Farias.

Biodiesel
Ao apresentar a pesquisa que teve por objetivo verificar se a produção de biodiesel é uma opção viável de diversificação para a pequena propriedade, o vice-presidente da Afubra, Heitor Petry, disse que o estudo da viabilidade do girassol para a pequena propriedade analisou equipamento e processos, testou o biodiesel em motores e a torta na alimentação animal. O técnico agrícola Nataniél Sampaio explicou os principais passos do projeto de pesquisa iniciado em 2006, com a instalação de algumas lavouras de um hectare de girassol. Ao longo dos trabalhos, foram feitos dias de campo a cada safra para socializar experiências. “Também foram realizados cursos de capacitação para uso da torta no trato dos animais”, lembrou Sampaio.

O girassol foi recolhido e processado na usina instalada no parque da Expoagro, que foi implantada no decorrer do estudo. O óleo, após transformado em biodiesel, retornou às lavouras para mover máquinas agrícolas. “Teve testes em tratores e experimento com a torta para dieta balanceada para os animais”, disse. E Petry acrescentou que o estudo mostrou que são necessárias políticas públicas para fomento e apoio, pois, se o produtor tiver que arcar com todos os custos, a cultura não é suficientemente rentável. Ele também anunciou que, neste ano, serão aprofundadas as pesquisas para uso do óleo de girassol na alimentação humana e outros fins alternativos.

E a professora e pesquisadora da Unisc, Rosana de Cassia de Souza Schneider, lembrou que também estão em estudo outros produtos feitos a partir do girassol, como glicerina para fabricação de sabão e até material de revestimento acústico. “Estamos pesquisando e tem várias coisas que se pode fazer com essa cultura”, disse. “Queremos fazer com que estes produtos aumentem de escala, passem do laboratório e possam ser empreendimentos.” Já o vice-reitor da Unisc, Eltor Breuning acrescentou que os projetos realizados visam atendem a comunidade, dentro da missão de desenvolvimento regional.


Fonte: Página Rural com informações da Expoagro Afubra



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

18/01/2020 às 05:54

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3591 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey