Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


04/02/2013

RS: Primeiras unidades de projeto silvipastoril começam a ser implantadas em março

O estudo envolve Emater, Embrapa Pecuária Sul, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Prefeitura de Bagé e Urcamp.

Estão previstas para serem implantadas no mês de março, as primeiras mudas de árvores e pastagens do projeto denominado “Projeto Silvipastoril da Região da Campanha/RS”. O estudo envolve Emater, Embrapa Pecuária Sul, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Prefeitura de Bagé e Urcamp e visa estabelecer um consórcio de árvores de eucalipto com pastagens, proporcionando sombra para o gado e produção de madeira para uso na propriedade.

O engenheiro florestal e extensionista rural do escritório municipal da Emater, Rodolfo Perske, conta que o projeto nasceu das discussões de um grupo de estudos de sistemas silvipastoris que havia surgido no período em que começaram as plantações de eucalipto na região. “Era um grupo de discussão sobre aspectos como espaçamento entre as árvores, espécies de pastagens que se adaptam ao ambiente de sombra, manejo dos animais. Aí surgiu a possibilidade de encaminharmos o projeto em 2012 para o Ministério da Agricultura. Ainda no ano passado, realizamos como primeira etapa, um diagnóstico de cada propriedade onde, no interior delas, fizemos a escolha de áreas para serem instaladas as unidades do projeto”, conta Perske.

No total 20 propriedades participam do projeto, todas de Bagé e que em um primeiro momento terão cinco unidades implantadas no período de outono. As outras 15 serão instaladas na primavera. Uma unidade será na Embrapa e outra na Urcamp.

“Iremos cercar a área e depois começará a implantação das mudas de árvores e das pastagens. É um projeto de longo prazo que calculamos em média um estudo de 12 anos”, aponta o engenheiro agrônomo que atua na área de transferência de tecnologia, Marco Antônio Karam Lucas.

Alternativa de renda

Rodolfo Perske acredita que o projeto por envolver instituições de pesquisa, reunirá um conjunto de informações que futuramente irá auxiliar os interessados nessa alternativa de renda, podendo consorciar duas atividades como a produção de madeira e a produção de pastagem.

“Um dos principais objetivos que desejamos é analisar o quanto de bem-estar animal a floresta oferece, analisando também o quanto de contribuição ela oferta para a produção de carne”, afirma Perske.

O engenheiro agrônomo Marco Antônio Karam Lucas salienta que o projeto é voltado para a implantação de bosques pequenos, semelhantes aos que já existem nas fazendas da região. “Não é um plantio de grande escala. Essa maneira que vai ser destinado o projeto é voltada tanto para o consumo do produtor quanto para ele poder comercializar”, afirma.


Fonte: Painel Florestal - Folha do Sul



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (2)


OWmlSCctakvcUfWCt disse:

04/03/2013 às 16:30

Carcare1 diz: "... sou membro da Renovae7e3o Carisme1tica Catf3lica he1 mais de 30 anos, sendo um dos prrmiieos a me converter...".Comee7ou o proselitismo dos carisme1ticos no blog do Coronel... Eu sou catf3lico ne3o-carisme1tico: que palhae7ada e9 essa de "se converter"?Pois saiba que a Cane7e3o Nova agiu erroneamente: para ne3o atingir os aborteiros, cortou todos. Isso em doutrina catf3lica chama-se injustie7a, tratar igualmente pessoas em situae7e3o desigual.

AiPKIRBAQVp disse:

04/03/2013 às 11:44

Coronel, Nariz Gelado e amigos(as) deste Blog,Quero coacolr alguns pontos esclarecedores de ordem politica e religiosa. He1 tempos je1 me identifiquei aqui com nome e sobre nome, dizendo o que fae7o e que sou membro da Renovae7e3o Carisme1tica Catf3lica he1 mais de 30 anos, sendo um dos primeiros a me converter, ente3o... Quem anotou, anotou, quem ne3o o fez fique na saudade...Tambe9m informei algumas vezes aos desavisados de plante3o, que o povo da RCC e9 amoroso e paciente pela grae7a de Deus, mas ne3o e9 estfapido e nem ote1rio e que entende de poledtica, mas somos pela fe9 e que em breve as coisas erradas seriam banidas do nosso meio, pois o Espedrito Santo nos revela quem realmente se converteu e quem sf3 quer se aproveitar. E agora je1 posso mostrar o resultado disso a voceas. Leiam a reportagem que segue abaixo:Rede Cane7e3o Nova tira do ar programas de Chalita e Edinho Silva.DE Sc3O PAULO, A rede Cane7e3o Nova, emissora de re1dio e TV ligada ao movimento catf3lico Renovae7e3o Carisme1tica, resolveu tirar do ar os programas comandados pelos deputados federais Gabriel Chalita (PMDB-SP) e Eros Biondini (PTB-MG), pelos estaduais Edinho Silva (PT-SP), Paulo Barbosa (PSDB-SP) e Myriam Rios (PDT-RJ), e pela primeira-dama paulista, Lu Alckmin, informa o "Painel", editado por Renata Lo Prete e publicado na Folha desta segunda-feira (edntegradisponedvel para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).Embora a decise3o tenha sido tomada no atacado, o elemento precipitador foram as reae7f5es negativas de fie9is e liderane7as da igreja e0 recente incorporae7e3o de Edinho, presidente do diretf3rio estadual petista, ao quadro de apresentadores da Cane7e3o Nova.Conexf5es "Justie7a e Paz", o programa de Edinho, estreou em 3 de novembro tendo como convidado Gilberto Carvalho. Principal mentor poledtico do deputado petista, o secrete1rio-geral da Presideancia foi tambe9m articulador da aproximae7e3o entre a campanha de Dilma Rousseff e a Cane7e3o Nova no segundo turno da eleie7e3o presidencial. Ate9 ente3o, a candidata vinha sendo duramente combatida por religiosos da Renovae7e3o Carisme1tica.Leia mais na edie7e3o da Folha desta segunda-feira, que je1 este1 nas bancas.ESTAMOS EM ALERTA Mc1XIMO! DE DEUS Nc3O SE ZOMBA...PAZ E BEM A TODOS(AS)!Carcare1

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1730 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey