Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


19/09/2012

Receita Líquida do Setor de Embalagens deve chegar a R$ 47 Bilhões em 2012

Dado é divulgado no balanço setorial da área de embalagens realizado pela Abre (Associação Brasileira de Embalagem)

A Abre (Associação Brasileira de Embalagem) acaba de divulgar o Balanço Setorial de Embalagem através do Estudo Macroeconômico da Embalagem ABRE/FGV.

O balanço traz o resultado do setor no 1º semestre de 2012 e perspectivas para o fechamento do ano. “O Estudo exclusivo da Entidade realizado há 16 anos pelo IBRE-FGV é mais uma ação realizada pela Abre visando o aprimoramento da cadeia de embalagem, reafirmando sua representatividade e importância na economia brasileira”, diz nota da entidade.

A pesquisa foi revelada em São Paulo  e apresentada pelo economista Salomão Quadros, coordenador de análises econômicas do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas e do Estudo.

Quadros apontou que há um ambiente geral de retração, especialmente da indústria, no qual se insere a produção de embalagem. “Contudo, começam a surgir indicadores de início de uma recuperação. O PIB do segundo trimestre avançou 0,4%, depois de registrar variações de -0,2%, 0,1% e 0,1% nos três trimestres anteriores”, explicou o economista.


Produção física
A produção física de embalagem teve redução de 3,49%, no primeiro semestre de 2012, comparada ao mesmo período de 2011. A produção industrial brasileira total caiu 3,81%, no mesmo período.

 
Exportações e importações
No 1º semestre de 2012, as exportações diretas do setor de embalagem tiveram faturamento de US$ 249.828 mil contra US$ 229.496 mil alcançado em 2011. Este valor representa um crescimento de 8,86% em relação ao mesmo período de 2011, com forte desempenho da indústria de plásticos (39,25%) seguida das embalagens metálicas (31,27%).

Nesse mesmo período, as importações de embalagens vazias tiveram um acréscimo de 5,42% com faturamento de US$ 411.280 mil. Estes números indicam que a balança comercial do setor ficou deficitária com U$ 249.828 mil exportados contra US$ 411.280 mil  de importação.

Utilização da capacidade
O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) avançou em agosto 0,3 ponto percentual em relação a julho, ao passar de 83,7% para 84,0%, valor que supera a média dos últimos cinco anos (83,7%).

Emprego formal
O setor de embalagem observou queda de emprego na indústria de embalagem em quatro dos seis primeiros meses do ano, o que não ocorria desde a crise de 2009. Entre junho de 2012 e junho de 2011, houve perda de 798 postos de trabalho, enquanto entre junho de 2010 e junho de 2011, houve aumento de 8.262.

Perspectivas
Para o ano de 2012, a previsão é de queda de 1% da produção física de embalagem, contrariando a previsão inicial de crescimento de 1,6%.  Os fabricantes nacionais de embalagem devem obter receita líquida equivalente a R$ 47 bilhões, em 2012.


Fonte: CeluloseOnline



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

07/12/2019 às 03:31

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2070 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey