Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Avanço e Pesquisa>>Produção de pellets de capim-elefante como uma alternativa energética para consumo residencial ou industrial

Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


16/06/2015

Produção de pellets de capim-elefante como uma alternativa energética para consumo residencial ou industrial

Trabalho de conclusão de curso defendido na Universidade Federal de Viçosa, de autoria de Mateus Alves de Magalhães, relata sobre a Produção e caracterização de pellets de capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum).

Foto ilustrativa - Google
   
    A biomassa apresenta grande potencial como fonte energética alternativa aos combustíveis fósseis. Tem ganhado importância devido às pressões impostas por organizações e órgãos governamentais para diminuição do uso dos combustíveis oriundos de fontes não renováveis. Seu baixo custo é considerado como principal vantagem na competição com outras fontes energéticas, principalmente as não renováveis.
         Na busca de novas fontes de biomassa para energia tem-se avaliado os mais variados tipos, como resíduos industriais, urbanos e agrícolas, espécies florestais energéticas e culturas agrícolas com aptidão para tal fim. As espécies florestais são as mais utilizadas para a geração de energia. Porém a busca por outras biomassas é interessante para reduzir a dependência dessas espécies e descentralizar a produção.
       O capim-elefante é uma biomassa que apresenta baixa densidade e alta umidade, tendo como consequência elevação dos custos, principalmente, de transporte e armazenamento, sendo necessária sua previa secagem e compactação. A peletização é a mais recente técnica utilizada no Brasil para compactar a biomassa, gerando um material granulado denominado de pellet, de alta densidade energética. Deste modo, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o potencial do capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum) para produção de pellets. A biomassa de capim-elefante foi caracterizada quanto às suas propriedades físicas e químicas. Foram produzidos pellets com diferentes umidades das partículas, posteriormente, foram determinadas suas propriedades físicas, químicas e mecânicas.
      Os resultados foram comparados com a norma EN 14961-6 de comercialização. Observou-se que o capim-elefante contém um elevado teor de cinzas, o que pode ocasionar o aumento da corrosão de equipamentos de queima e redução do valor de mercado, além do menor poder calorífico em relação à outras fontes de biomassa. A peletização promoveu um incremento energético e em massa por unidade volumétrica de aproximadamente 4 vezes em relação à biomassa particulada. Tal fato viabiliza o transporte a maiores distâncias, otimiza o armazenamento e a geração de energia para um mesmo volume. De modo geral, as partículas de capim-elefante com 12% de umidade proporcionou a produção de pellets com melhores propriedades físicas, químicas e mecânicas. Por fim, conclui-se que o capim-elefante apresenta potencial para produção de pellets destinados tanto ao consumo residencial quanto industrial, principalmente para o mercado nacional devido aos custos de exportação.
 


Fonte: Lucas Fernandes Rocha - Bolsista BIC - Biblioteca Florestal Digital



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


Fernando disse:

16/06/2015 às 22:00

Cade o texto?!

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2565 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey