Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


31/05/2017

Produção de móveis artesanais foi tema de curso em Capinópolis


A metodologia usada no curso de Produção de Móveis Artesanais com Fibra Rígida, promovido pelo Senar em Capinópolis, pode ser empregada na fabricação de qualquer móvel, mas para fixar o aprendizado, os participantes aprendem a fazer uma cadeira, que é o objeto que contempla todas as técnicas, com amarrações e encaixes.
O bambu é da espécie Phyllostachys aurea, o mais utilizado na movelaria e artesanato devido à sua resistência ao ataque de pragas e facilidade de ser curvado quando submetido ao calor. Pode chegar a 6 metro de altura e 6 cm de diâmetro.
“É comum as pessoas não saberem o que fazer com o bambu que têm no quintal. Com o curso, descobrem o que podem produzir e como agregar valor às peças”, explica a instrutora Bárbara Marques.
Na parte teórica, são apresentados aos alunos os diversos tipos de bambu e como devem ser colhidos para que voltem a crescer. Logo no primeiro dia os alunos já vão para prática.
Segundo Bárbara, “o bambu é uma das madeiras mais fáceis de trabalhar, por ser leve. Não é preciso ter força e grandes ferramentas. Com serra e furadeira você já tem uma oficina”.
A madeira verde recebe o fogo do maçarico e o dourado aparece. Este tratamento é que vai garantir a beleza, proteção e durabilidade das peças. Depois de tratada, a madeira é cortada, embuchada, travada e amarrada. “Este é só começo. A peça que cada um vai fazer vai depender da criatividade do participante”, afirma Bárbara.

Agregando valores

Hélita Mendes é empresária e há 10 anos trabalha com arranjos de flores desidratadas. Os produtos artesanais, feitos no fundo de quintal, foram ampliados e há 3 anos ela abriu uma loja. O curso vai ajudá-la a agregar valor ao que produz. “O curso apresentou novidades para nossa região. Quero fazer quadros e ampliar o meu negócio. Eu não gosto de parar no tempo, para mim é uma nova perspectiva e ideias não faltam”, disse.
A artesã Francisca de Conte também quer expandir os conhecimentos. “É muito importante sempre se aperfeiçoar, além de conhecer pessoas novas. Depende de cada um ter força de vontade para aprender e depois colocar em prática.”
De acordo com Bárbara, os móveis de bambu estão voltando a cair na graça dos consumidores, especialmente, pelo apelo sustentável. “O bambu é considerado a madeira do futuro, por crescer rápido e proteger o solo. Com o passar dos anos o desenvolvimento de moveis de bambu tem ganhado espaço, além de agregar valor ao produto e à peça que está sendo oferecida ao consumidor, que procura algo diferenciado.”

Oportunidade

Com a demanda crescente de cursos, o Sindicato Rural de Capinópolis quer mostrar à população que a entidade tem trabalhado para o desenvolvimento do município. Com a participação do Senar Minas, tem melhorado a qualidade de vida das pessoas.
“É importante levar mais conhecimento à comunidade. Quando a pessoa busca aprender ela usa o que foi ensinado para implementar a sua renda e este é um ciclo virtuoso”, disse Wesley Barbosa de Freitas, presidente do Sindicato de Capinópolis, que encerrou o curso com o vice-prefeito Jaisson Souza.
Em junho os alunos vão expor os produtos na Exposição Agropecuária de Capinópolis. “De 14 a 18 de junho conseguimos, junto à prefeitura, quatro barracas para que os participantes possam vender os produtos”, contou a mobilizadora do Sindicato, Sandra Donizete.


Fonte: Sistema FAEMG



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

15/08/2018 às 13:45

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


694 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey