Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


02/03/2012

Produção de celulose cai em janeiro e exportação sobe

Produção de celulose no Brasil recuou 7,3% em janeiro em relação ao mesmo período do ano passado.

As empresas brasileiras produtoras de celulose mostraram redução na produção em janeiro em relação ao mesmo mês do ano passado, embora as exportações do insumo tenham mostrado acréscimo no primeiro mês do ano.

Segundo dados divulgados nesta terça-feira pela Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa), a produção de celulose no Brasil recuou 7,3 por cento em janeiro em relação ao mesmo período do ano passado, para 1,121 milhão de toneladas. Em relação ao mês de dezembro houve queda de 5,2 por cento.

Do total produzido no mês passado, 942 mil toneladas corresponderam a fibra curta, no Brasil produzida a partir do eucalipto.

Já as exportações do insumo cresceram 5,2 por cento no mesmo período, para 712 mil toneladas. Em relação ao mês imediatamente anterior, contudo, houve recuo de 8,5 por cento. Toda a celulose exportada no primeiro mês deste ano correspondeu a fibra curta, de acordo com a Bracelpa.

Em valores, o Brasil exportou 402 milhões de dólares em janeiro, crescimento de 26 por cento em relação a janeiro do ano passado. A Europa se manteve como principal destino das exportações brasileiras, com 154 milhões de dólares, ou 38,3 por cento do total. Em janeiro de 2011 a fatia foi de 46,1 por cento.

A China, por outro lado, se manteve na segunda colocação, com 126 milhões de dólares. A participação nas exportações brasileiras, contudo, disparou de 23,8 por cento para 31,3 por cento do total.

PRODUÇÃO DE PAPEL ESTÁVEL

Ainda de acordo com a Bracelpa, a produção de papel em janeiro foi de 819 mil toneladas, queda de 0,2 por cento em relação a janeiro do ano passado, e recuo de 3,5 por cento em comparação a dezembro.

Deste total, 420 mil toneladas corresponderam a papéis para embalagens e 217 mil toneladas a papeís de imprimir e escrever.

"Como já avaliado nos últimos meses pela Bracelpa, esse resultado tem sido causado, principalmente, pelas importações dos produtos, nos quais incide a imunidade de impostos quando são destinados à produção de livros, jornais e revistas", disse a associação.

As vendas domésticas, afirma a Bracelpa, totalizaram 411 mil toneladas, alta de 0,2 por cento na comparação anual e queda de 11,2 por cento na comparação com dezembro.


Fonte: Reuters / Agronotícias



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

06/06/2020 às 04:55

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1253 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey