Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


20/06/2012

Produção de carvão vegetal no brasil e o atual estágio das tecnologias para aproveitamento dos gases do processo

Professores de três universidades respeitadas do país e membro de empresa privada discorrem sobre a produção de carvão vegetal no Brasil

Foto: Google
Nota Técnica elaborada por:

Angélica Cássia Carneiro – Professora do Departamento de Engenharia Florestal da Universidade Federal de Viçosa, cassiacarneiro@ufv.br, Viçosa, Minas Gerais;

Paulo Fernando Trugilho – Professor do Departamento de Ciências Florestais da Universidade Federal de Lavras, trugilho@dcf.ufla.br, Lavras, MG; 

José Otávio Brito – Professor Titular do Departamento de Ciências Florestais da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz – Universidade de São Paulo, jobrito@usp.br, Piracicaba, São Paulo &

Augusto Valencia Rodriguez - Gerente de Tecnologia e Logística da ArcelorMittal BioFlorestas, augusto.rodriguez@arcelormittal.com.br, Belo Horizonte, Minas Gerais

PRODUÇÃO DE CARVÃO VEGETAL NO BRASIL E O ATUAL ESTÁGIO DAS TECNOLOGIAS PARA APROVEITAMENTO DOS GASES DO PROCESSO
 
O Brasil é o maior produtor mundial de carvão vegetal, especificamente para obtenção de ferro gusa, matéria prima básica para a produção do aço. A produção está concentrada no estado de Minas Gerais, que possui a maior área plantada com florestas de eucalipto, de alta produtividade, gerando milhares de empregos diretos e indiretos e a respectiva arrecadação de impostos e outros benefícios sociais e ambientais. Diversas certificações de terceira parte atestam, não só, a qualidade dos empreendimentos florestais, conduzidos sob regime de manejo sustentável, como do atendimento a normas e preceitos de saúde, segurança e meio ambiente.
A expressividade da produção e consumo de carvão vegetal em nosso país se refletem, por sua vez, nas demandas tecnológicas, as quais, atualmente, se concentram no contexto da origem e qualidade da matéria prima (madeira), no controle do processo de carbonização e no destino a ser dado aos gases deste processo.
A maior parte da produção de carvão vegetal produzido atualmente no Brasil é proveniente de fornos rudimentares de baixo rendimento e sem nenhum controle de processo. O carvão vegetal é obtido através da carbonização (ou pirólise controlada) mediante a combustão parcial da madeira, em baixa proporção de oxigênio, gerando o carvão vegetal, de alto teor de carbono fixo. O controle de entrada de ar no sistema, aliado à qualidade da matéria prima, notadamente à sua umidade, exerce um papel fundamental na eficiência da obtenção do produto final e na quantidade de gases que são emitidos.
Ao longo dos anos, as empresas de maior expressão vêm desenvolvendo alternativas para o aproveitamento dos gases gerados no processo, quer seja através da condensação ou através da sua queima e recirculação dos fumos gerados. Experiências desenvolvidas no início da década de 1980 dão conta da obtenção, por exemplo, do alcatrão vegetal utilizado, entre outras, como combustível em substituição ao óleo combustível de petróleo. A inevitável geração de licor pirolenhoso associada à obtenção de alcatrão tornou-se um ponto crítico, visto a inexistência de uma rota clara, ampla e consistente para seu aproveitamento. Tem sido nítida a competição existente, para ambos os produtos, em relação aos derivados de petróleo, quanto às estratégias destinadas às suas aplicações e preços de comercialização. Isso tem desestimulado suas recuperações, dada à inexistência de uma cadeia sólida entre produção, processamento e consumo final integral e sustentável dos produtos. Deve ser destacado, inclusive, que a simples proposta da condensação dos gases poderá resultar na geração de passivos ambientais adicionais importantes, se para os mesmos não houver uma adequada destinação.(...)

Para você continuar lendo e  se inteirar do assunto na íntegra, basta CLICAR AQUI! 




Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

24/06/2019 às 11:33

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3115 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey