Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


23/10/2013

Potencial de utilização de painéis aglomerados de bagaço de cana para produção de móveis

MDP feito de bagaço de Cana-de-Açucar
Atualmente, o setor de painéis de madeira reconstituída tem apresentado grande crescimento no Brasil e no Mundo. Fato que se deve a modernização do parque fabril, o surgimento de novos produtos e/ou melhorias de painéis do tipo Oriented Strand Board (OSB), Medium Density Fiberboard (MDF), High Density Fiberboard (HDF), Medium Density Particleboard (MDP) e High Density Particleboard (HDP), além do aumento da demanda dos setores de construção civil e de móveis, os quais são os principais consumidores de painéis de madeira.
O setor moveleiro, além do aumento de consumo de painéis, vislumbra a possibilidade de investir ainda mais em design, o que caracteriza a criação de novos produtos aliados a busca de novos materiais. Dentro desse contexto, a utilização de resíduos vem sendo uma alternativa cada vez mais viável para o desenvolvimento de novos produtos, o que traria várias vantagens como a valorização econômica de materiais antes descartados e a diminuição de CO2 pela queima desses resíduos.
Dentre os resíduos agrícolas, o bagaço de cana é o que apresenta o maior destaque, visto que o Brasil é líder mundial em produção de cana de açúcar, apresentando uma produção em 2011 de aproximadamente 1,8 bilhões de toneladas, o que representa a geração de cerca de 500 milhões de toneladas de bagaço de cana, haja visto, que cada tonelada processada de cana-de-açúcar gera um total de 280 kg de resíduo.
A utilização de novas matérias-primas e a possibilidade de inseri-las em novos produtos requer a realização de ensaios específicos para seu uso final. Esses testes, submetendo os corpos de prova a experiências que simulem esforços extremos em condições reais, possibilitam o conhecimento das propriedades do material, que poderá torná-lo adequado ou não ao uso, gerando um padrão de qualidade.
Neste sentido, foi realizado um estudo na Unidade de Produção de Painéis de Madeira (UEPAM) da Universidade Federal de Lavras (UFLA), o qual visou caracterizar as propriedades físicas, mecânicas, química, microestruturais, de durabilidade e caracterização de superfície de painéis comerciais produzidos com bagaço de cana de açúcar, a fim de verificar a possibilidade de inserção desses painéis no processo produtivo de mobiliários.
Para avaliar estas características, foram adquiridos painéis MDP industriais para uso interno de eucalipto e pinus, que já são comumente utilizados no processo produtivo dos mobiliários, e painéis MDP industriais para uso interno de bagaço de cana importados da China. Os painéis foram reduzidos a corpos de prova e posteriormente foram submetidos às caracterizações citadas acima.
De forma geral, observou-se que os painéis de bagaço apresentaram características físicas, mecânicas, química, microestruturais, de durabilidade e de caracterização de superfície similares e/ou melhores que às obtidas pelos painéis de pinus e eucalipto. Sendo assim, pode-se concluir que os painéis de bagaço de cana apresentam grande potencial de utilização na indústria moveleira.
 Painel feito com bagaço de Cana-de-Açúcar

Corpo de prova


 - Stefânia Lima Oliveira
Design de Produtos – UEMG
Mestrado em Ciência e Tecnologia da Madeira – UFLA
Doutoranda em Ciência e Tecnologia da Madeira - UFLA

 - Rafael Farinassi Mendes
Engenheiro Florestal – UFLA
Mestrado em Recursos Florestais – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Doutorando em Ciência e Tecnologia da Madeira - UFLA

 - Lourival Marin Mendes
Engenheiro Florestal – UFLA
Mestrado em Ciência Florestal – UFV
Doutorado em Engenharia Florestal – UFPR

- Adriele de Lima Felix
Graduanda em Engenharia Florestal – UFLA
Bolsista do Polo de Excelência em florestas/ SECTES/FAPEMIG 
 


Fonte: Adriele de Lima Felix



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


Pedro Anibal Beaton Soler disse:

10/10/2019 às 19:33

Boa noite.
Gostaria de saber como adquerir HDFdo baga?o de cana de a?car.
Obrigado

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


4050 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey