Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


01/07/2014

Potencial da biomassa florestal para produção de energia térmica

Dissertação de mestrado do Departamento de Engenharia Florestal da UFV avaliou o potencial da biomassa florestal para produção de energia térmica. O projeto está em fase final de execução, mas os resultados preliminares já demonstram grande potencial de crescimento da biomassa florestal no mercado de bioenergia para o setor industrial brasileiro.

Foto: Eng. Florestal Marcos Antônio Miranda da Silva - Mestrando em Ciência Florestal pela UFV

O projeto identificou a matriz energética do setor industrial e a participação das diversas fontes de matérias primas utilizadas na produção de energia térmica. Dentre as fontes não renováveis, identificaram-se aquelas que poderiam ser substituídas pela biomassa florestal: gás natural, óleo combustível, óleo diesel e gás liquefeito de petróleo (GLP).

Procedeu-se uma simulação de percentuais de substituição destas fontes pela biomassa e estimou-se a área de floresta potencial, necessária para mudança da matriz energética. Para a substituição de 100, 75 ou 50%, a área de floresta necessária varia de 1,2 a 2,3 milhões de hectares. Esses valores são muito expressivos, pois a área total de florestas plantadas do Brasil está em torno de 6,6 milhões de hectares.

Os benefícios para as indústrias que optarem pela substituição das matérias primas oriundas de combustíveis fósseis, será principalmente a redução de custos da energia térmica gerada.

Apesar de possibilitar a produção de energia térmica com menor custo, a utilização da biomassa florestal enfrenta dificuldades como burocracia ambiental, falta de incentivos e vontade política para promover seu crescimento no mercado de bioenergia.

O trabalho foi conduzido pelo mestrando e Engenheiro Florestal Marcos Antonio da Silva Miranda, sob orientação do Prof. Sebastião Renato Valverde. Informações pelo e-mail marcos.mirandaufv@gmail.com.

Maiores detalhes sobre os resultados podem ser acessados na apresentação disponível aqui.


Fonte: Polo de Excelência em Florestas



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/08/2019 às 20:56

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2801 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey