Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


08/04/2016

Pesquisa da CNA sobre produtos não madeireiros traz destaque para borracha natural

O estudo está sendo elaborado em parceria com o Centro de Inteligência em Mercados da Universidade Federal de Lavras (CIM/UFLA)

O látex foi considerado, na pesquisa preliminar, o principal produto não madeireiro
A pesquisa da Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)sobre a produção não madeireira apresenta os primeiros resultados. O látex e a borracha natural, produtos extraídos das seringueiras, aparecem como principais itens do setor florestal não madeireiro brasileiro, correspondendo a 70% das respostas. O questionário foi elaborado pela CNA, em parceria com o Centro de Inteligência em Mercados da Universidade Federal de Lavras (CIM/UFLA), com o objetivo de conhecer a realidade do segmento de produtos florestais não madeireiros, como a borracha, resina e tanino.
A pesquisa vai contribuir com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para a formulação do Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas (PNDFP), que será o instrumento norteador da Política Agrícola para Florestas Plantadas, definida no Decreto Nº 8.375/2014. "Assim como para os produtos madeireiros, o conhecimento sobre indicadores estratégicos das cadeias representativas dos produtos florestais não madeireiros é extremamente importante para que esses setores estejam representados nas políticas públicas, para melhorias nas condições de acesso a mercado, crédito, seguro rural, preço, dentre outros", explica o presidente da Comissão de Silvicultura da CNA, Walter Rezende.
O questionário foi dividido em duas partes. A primeira traz perguntas sobre o destino dos plantios e a organização dos produtores em associações, sindicatos e cooperativas. Já a segunda busca demonstrar a importância e a satisfação dos participantes sobre temas relevantes para o setor. "Apesar do látex e a borracha estarem se destacando na pesquisa, é importante que as organizações que representam a produção de resina, tanino e outros produtos também se manifestem, para que suas demandas sejam contempladas no Plano", afirmou o presidente da Comissão.
Planejamento em longo prazo – O Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas (PNDFP) tem a função de atuar como um planejamento setorial das cadeias dos produtos florestais madeireiros e não madeireiros. Ele deve ter um prazo de 10 anos, tendo como conteúdo mínimo: diagnóstico da situação do setor de florestas plantadas, incluindo seu inventário florestal; proposição de cenários, incluindo tendências internacionais e macroeconômicas, e metas de produção florestal e ações para seu alcance. A Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) ficou responsável por coletar os dados dos produtos madeireiros e a CNA pelos não madeireiros.
Neste ano, a Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura da CNA tem discutido diversos temas relevantes para a melhoria do setor. E o Projeto de Lei Nº 3.529, de 2012, que institui a política nacional de geração de energia elétrica a partir da biomassa, é um dos temas prioritários. O PL, de autoria do deputado Irajá Abreu (PSD/TO), estabelece obrigatoriedade de contratação dessa energia e dá outras providências. "Nesse sentido, é fundamental que haja uma iniciativa ordenada de formulação de ações públicas específicas que fomentem a utilização de matéria-prima florestal para fins energéticos no Brasil, de forma sustentável, tanto para atender as demandas crescentes do mercado interno, quanto para aumentar a nossa participação no comércio internacional desses produtos", destacou Walter Rezende.
Para contribuir com a pesquisa da CNA, acesse ao site da CNA e preencha o formulário. Após o preenchimento, as respostas devem ser encaminhadas para o e-mail camila.braga@cna.org.br A Comissão de Silvicultura está recebendo as respostas até o dia 19 de abril.


Fonte: CNA



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/10/2017 às 22:14

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


846 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey