Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


08/04/2016

Pesquisa da CNA sobre produtos não madeireiros traz destaque para borracha natural

O estudo está sendo elaborado em parceria com o Centro de Inteligência em Mercados da Universidade Federal de Lavras (CIM/UFLA)

O látex foi considerado, na pesquisa preliminar, o principal produto não madeireiro
A pesquisa da Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)sobre a produção não madeireira apresenta os primeiros resultados. O látex e a borracha natural, produtos extraídos das seringueiras, aparecem como principais itens do setor florestal não madeireiro brasileiro, correspondendo a 70% das respostas. O questionário foi elaborado pela CNA, em parceria com o Centro de Inteligência em Mercados da Universidade Federal de Lavras (CIM/UFLA), com o objetivo de conhecer a realidade do segmento de produtos florestais não madeireiros, como a borracha, resina e tanino.
A pesquisa vai contribuir com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para a formulação do Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas (PNDFP), que será o instrumento norteador da Política Agrícola para Florestas Plantadas, definida no Decreto Nº 8.375/2014. "Assim como para os produtos madeireiros, o conhecimento sobre indicadores estratégicos das cadeias representativas dos produtos florestais não madeireiros é extremamente importante para que esses setores estejam representados nas políticas públicas, para melhorias nas condições de acesso a mercado, crédito, seguro rural, preço, dentre outros", explica o presidente da Comissão de Silvicultura da CNA, Walter Rezende.
O questionário foi dividido em duas partes. A primeira traz perguntas sobre o destino dos plantios e a organização dos produtores em associações, sindicatos e cooperativas. Já a segunda busca demonstrar a importância e a satisfação dos participantes sobre temas relevantes para o setor. "Apesar do látex e a borracha estarem se destacando na pesquisa, é importante que as organizações que representam a produção de resina, tanino e outros produtos também se manifestem, para que suas demandas sejam contempladas no Plano", afirmou o presidente da Comissão.
Planejamento em longo prazo – O Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas (PNDFP) tem a função de atuar como um planejamento setorial das cadeias dos produtos florestais madeireiros e não madeireiros. Ele deve ter um prazo de 10 anos, tendo como conteúdo mínimo: diagnóstico da situação do setor de florestas plantadas, incluindo seu inventário florestal; proposição de cenários, incluindo tendências internacionais e macroeconômicas, e metas de produção florestal e ações para seu alcance. A Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) ficou responsável por coletar os dados dos produtos madeireiros e a CNA pelos não madeireiros.
Neste ano, a Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura da CNA tem discutido diversos temas relevantes para a melhoria do setor. E o Projeto de Lei Nº 3.529, de 2012, que institui a política nacional de geração de energia elétrica a partir da biomassa, é um dos temas prioritários. O PL, de autoria do deputado Irajá Abreu (PSD/TO), estabelece obrigatoriedade de contratação dessa energia e dá outras providências. "Nesse sentido, é fundamental que haja uma iniciativa ordenada de formulação de ações públicas específicas que fomentem a utilização de matéria-prima florestal para fins energéticos no Brasil, de forma sustentável, tanto para atender as demandas crescentes do mercado interno, quanto para aumentar a nossa participação no comércio internacional desses produtos", destacou Walter Rezende.
Para contribuir com a pesquisa da CNA, acesse ao site da CNA e preencha o formulário. Após o preenchimento, as respostas devem ser encaminhadas para o e-mail camila.braga@cna.org.br A Comissão de Silvicultura está recebendo as respostas até o dia 19 de abril.


Fonte: CNA



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

23/06/2017 às 23:03

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

Uma meta, sem um plano para chegar lá, nada mais é do que um simples desejo.
Antoine de Saint-Exupery

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

728 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey