Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


15/02/2006

PAU DE BALSA (Ochroma pyramidale) fam. Bombacaceae.1

Espécie heliófita de rápido crescimento atinge alturas de 18 a 24 metros e DAP (diâmetro a altura do peito) de 30 a 45 cm com comprimento de fuste livre de ramos de cerca de 8 a 10 metros.

O fruto é constituído por uma capsula de forma alongada que abre em cinco valvas quando as sementes amadurecem liberando um pequeno tufo de lã de cor marrom, nele encontrando se numerosas sementes. Apresenta a primeira frutificação com a idade de 3 a 5 anos, apresentando em torno de 100 mil sementes por quilo.

Ocorre naturalmente desde o sul do México até a Bolívia, e cresce em altitude variando de 0 até 1000m. Atualmente é plantado em alguns países asiáticos e africanos. No brasil já existem algumas experiências feitas por empreendedores do setor florestal, apresentando algum sucesso em solos de media a alta fertilidade.

O pau de balsa necessita de uma precipitação em torno de 1500 a 3000mm e temperatura entre 22 a 270C. Tolera período seco de até quatro meses, desde que a umidade relativa do ar não fique abaixo de 75%.

É exigente quanto à qualidade do solo, só crescendo em solos profundos e bem drenados. A sua característica heliófita impede o desenvolvimento no interior da floresta, entretanto apresenta abundante regeneração natural em clareiras naturais ou antrópicas, constituindo as vezes, povoamentos puros. A espécie também cresce sob forma de regeneração natural em povoamento homogêneo de outras espécies, porem só se estabelece quando a copa forma acima do dossel da espécie concorrente. Necessita sombra lateral para um melhor desenvolvimento. Outro cuidado que deve ter é quanto a ferimentos no tronco (não se deve fazer desrama) que demora cicatrizar e facilita a proliferação de fungos e insetos.

Para facilitar a germinação das sementes às mesmas devem passar pelo processo de quebra de dormência, lançadas em água fervente e retirando-se em seguida, a fonte de calor e mantendo-as por mais 15 minutos na água. Outro processo, é espalhar as sementes, juntamente com a lã que as envolvem, em uma fina camada sobre uma peneira metálica cujos orifícios correspondem ao diâmetro sementes. Em seguida coloca-se fogo nas fibras que se inflam facilmente liberando as sementes através dos orifícios da peneira sobre um recipiente com água. Em ambos casos as sementes devem ser semeadas imediatamente.

As mudas apresentam alta sensibilidade quando as raízes são danificadas. Considerando este aspecto pode se fazer plantio direto utilizando 15 sementes por cova em solo preparado e livre de ervas daninhas. Após o desenvolvimento inicial faz-se uma seleção deixando apenas uma mudas por cova.

O pau de balsa produz madeira leve quando desenvolve nos melhores solos. Em solos pobres e em planta com ferimento produz madeira relativamente pesada e de qualidade inferior.

Apresenta dificuldade para fixação de pregos e parafusos, entretanto é fácil de colar e impregnar. Possui elevada resistência mecânica sendo adequada como material de isolação acústica e embalagem de gêneros alimentícios e construção de modelos bem como sucedâneo da cortiça na construção de coletes e balsas salva vidas.

Abadio Hermes Vieira e Marilia Locatelli
Pesquisadores Embrapa Rondônia
sac@cpafro.embrapa.br


Fonte: Embrapa Rondônia



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (16)


Marcos Eduardo Bergoli Kirst disse:

16/06/2019 às 00:17

Boa noite!!!

Eu gostaria de saber se voc?s t?m informa??o ou algum estudo da esp?cie em rela??o a problemas com as abelhas nativas e apis?

Irene Yuriko Nishikawa disse:

14/09/2018 às 12:57

Boa tarde!
Tenho uma planta??o de pau de balsa no interior de SP,deve ter media de 350 ?rvores,com idade de 5 anos e quero vender.
Quem tiver interesse ligar para (11)97161-0449(Whatsapp e liga?es,falar com Yuri).
Obrigada!

joice rodrigues disse:

04/11/2017 às 15:07

eu esposa de um garimpeiro e vi em um video no youtube que essa planta tem a propriedade de decantar o ouro da lama e gostaria de saber se e verdade e se seria viavel uma vez que meu esposo esta construindo uma draga para a estracao de ouro quem sabe se ele poderia ser um disseminador dessa pratica se realmente for comprovada a eficacia dessa planta para este fim

Sônia Maria Costa disse:

10/03/2015 às 11:53

Sônia Costa di:
Boa Tarde.
Tenho uma plantação pequena de pau de balsa, cerca de 2000 arvores, com 5 anos. Procuro compradores.
Interessados entrar em contato no site: soniacosta4m@hotmail.com
Agradeço.

JOAO NEY PEREIRA VERAS disse:

04/12/2014 às 22:39

ola sou acadêmico do curso de engenharia florestal em Rorainópolis RR fiz um experimento sobre germinação de pal de balsa e gostaria de saber se e normal ela continuar germinando apos algum tempo pois ja tenho mudas de mais de um mês e ainda continuam germinando, e pretendo usar as mudas em um SAFs utilizando também o açaí de touceira e banana, e gostaria de saber se seria recomendada o uso dessas mudas?

Tarcisio Pereira disse:

25/07/2014 às 19:05

Boa noite gostaria saber,se tem algum comprador,pau balsa em MG?

XISTO VIEIRA ARAUJO disse:

16/02/2014 às 13:15

Prezado Sr(a);
Sou Técnico Agrícola, moro atualmente na cidade de Entre Rios/Bahia, e tenho um pequeno plantio, 13 ha de Laranja pera. Portanto, a minha preocupação maior é o ataque de arapuá. Gostaria de receber informações sobre a planta "Balsa" (Ochroma Lagopus), quanto a sua propriedade repelente a "arapuá", em citros. Segue portanto, meu email, para possível futura reposta.

Xisto Vieira Araújo.
(075)9926 8081

rosa de Lima Bannwart Silva disse:

09/11/2013 às 16:22

Gostaria de saber qual o núnero de mudas para cada hect., qual é o comécio no Brasil,qual a area
para um plantio ideal que possa gerar lucro.

Lauro Polonio disse:

23/04/2013 às 19:30

Boa noite

Tambem tenho propriedade no centro sul do paraná. Será que conseguiria produzir o pau de balsa?

Aproveito para parabeniza-los pelo aqui publicado.


Marcos Barreiros disse:

16/04/2013 às 22:58

Boa noite,

Já exite algum estudo ou adaptação da semente para plantio no Estado do Paraná? Na região da cidade da Lapa?


Um abraço!

Silvio Dias disse:

06/04/2013 às 21:05

Olá amigos estou montando uma pequena Empresa no ramo de Aeromodelismo e necessito adquirir madeira de Balsa ou Pau de Balsa como é conhecido(Ochroma pyramidale), mas não estou conseguindo um fornecedor direto ...será que vcs poderiam me ajudar pois através de repassadores e quando são muitos chega até nós com um valor muito alto ficando inviável sua compra em relação ao produto final. Certo de sua atenção desde já muito agradecido Silvio Dias - Gravataí - Rs - Brasil - 55 51 3489-1627 - 55 51 3421-2666 ou no e-mail: ciabrasilsul.atendimento@yahoo.com.br

Gesimar Célio dos Santos disse:

29/09/2012 às 19:12

Foi comprovado que as abelhas visitantes morrem afogadas em grande quantidade em suas flores. Melhor procurar outra espécie para esse plantio.

Rafael Sat' ana disse:

12/08/2012 às 14:47

boa tarde !
gostaria de saber o valor comercial desse tipo de madeira , preço em m³ ou tonelada .

mto obridado

Tulio Fonseca disse:

07/06/2012 às 20:41

Boa noite,

Caro Zeferino , caso ainda disponha de sua madeira e tenha interesse em comercializa-la , peço que entre em contato comigo pelo email tuliogcf@yahoo.com.br.

Um abraço,
Tulio Fonseca

zeferino borges pereira disse:

03/02/2012 às 10:50

tenho um plantil 10 mil arvores nao tenho para quem vender queria saber algum contato para quem vender pode me ajudar se me ajudar agradeso obrigado

ademir meneguin disse:

19/01/2012 às 10:14

Srs. tenho uma propridade rural em Pouso Alegre/MG, sul de Minas Gerais, gostaria de obter informações se há cultivo na região de "pau de balsa" e também se o clima na região é propício ao seu cultivo? Aguardo resposta.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


12341 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey