Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


12/06/2009

País Rico Deve Cortar CO2 em 40% Até 2020

Enquanto o mundo patina na tentativa de fechar o novo acordo do clima, ONGs mostram um caminho possível para evitar uma mudança climática catastrófica: os países industrializados precisam reduzir suas emissões de gases de efeito estufa em 40% até 2020 - em relação às emissões de 1990.

Enquanto o mundo patina na tentativa de fechar o novo acordo do clima, ONGs mostram um caminho possível para evitar uma mudança climática catastrófica: os países industrializados precisam reduzir suas emissões de gases de efeito estufa em 40% até 2020 - em relação às emissões de 1990.

Esses gases, entre eles o CO2, provocam a mudança climática. Para impedir que ocorra um aumento de mais de 2ºC na temperatura até o final deste século, limite considerado seguro, o corte de emissões deve ser de 95% até 2050.

Os números integram a proposta de acordo do clima feita pelo Greenpeace, WWF, IndyACT (liga independente dos ativistas), Germanwatch, Fundação David Suzuki, Centro de Ecologia Nacional da Ucrânia e especialistas. A sugestão foi divulgada em Bonn (Alemanha), local de um evento preparatório para a Conferência do Clima de Copenhague.

As emissões de desmatamento, diz a proposta, precisam ser reduzidas em pelo menos 75% em todo o mundo até 2020, em relação aos níveis de 1990. Para as ONGs, é fundamental que o tema entre no acordo, já que o desflorestamento corresponde a cerca de 20% das emissões globais.

Segundo o documento, as emissões no mundo não podem continuar subindo depois de 2017, ano em que devem atingir o pico. Os países em desenvolvimento podem adotar metas voluntárias e reduzirem suas taxas em 51% até 2050.

Os autores ressaltam que a proposta "é um trabalho em andamento". Porém, para Marcelo Furtado, diretor-executivo do Greenpeace Brasil, a iniciativa é importante para que a sociedade tenha com que comparar as propostas que forem apresentadas. "Ainda não há nada na mesa. Isso deveria ser a base da negociação. É um documento justo, realista, que atende a necessidade que a ciência está nos colocando”.

Pesquisas científicas recentes indicam que, se as emissões forem 25% acima dos níveis de 2000 em 2020, a chance de exceder em 2C a temperatura será maior do que 50%.

Segundo Karen Suassuna, do WWF, os países desenvolvidos teriam, pela proposta, duas obrigações: além de reduzir suas emissões, precisam financiar o corte de emissões e a adaptação à mudança no clima nos países mais pobres.

Para isso, o documento aponta que os países ricos -que ao longo da história contribuíram mais para a mudança climática-- precisam angariar US$ 160 bilhões ao ano, no período entre 2013 e 2017.

Carlos Scaramuzza, do WWF, espera que o documento seja uma referência ao debate. Mas é provável que a proposta influencie pouco as negociações do clima. Até agora, o presidente dos EUA, Barack Obama, disse querer reduzir as emissões do país aos níveis de 1990 até 2020, e em 80% até 2050. Já a União Europeia disse que irá cortar 20% até 2020 (dependendo do compromisso dos outros países, pode chegar a 30%) e 80% até 2050.


Fonte: Folha Online



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

29/09/2020 às 10:55

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1728 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey