Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


09/07/2019

O AGRONEGÓCIO ABASTECE E EXPORTA

Abastecer o mercado interno brasileiro, com seus atuais 210 milhões de habitantes/consumidores, e exportar para mais de 160 países é um binômio indissociável e estratégico à economia desse País, movimentando produtores, pesquisa agropecuária, substantivos recursos financeiros, logísticas, insumos diversos, e obtendo preciosas divisas externas. Há um equívoco em se afirmar, não raro, que o agronegócio é basicamente exportador!

O AGRONEGÓCIO ABASTECE E EXPORTA*
Abastecer o mercado interno brasileiro, com seus atuais 210 milhões de habitantes/consumidores, e exportar para mais de 160 países é um binômio indissociável e estratégico à economia desse País, movimentando produtores, pesquisa agropecuária, substantivos recursos financeiros, logísticas, insumos diversos, e obtendo preciosas divisas externas. Há um equívoco em se afirmar, não raro, que o agronegócio é basicamente exportador!
Não há nenhuma lógica plausível nessa percepção controversa, sem fundamentos, presumivelmente com milhares de adeptos e analistas pouco informados e não afeitos às complexidades, demandas e ofertas do agronegócio brasileiro. Entre 2007 e 2017, a produção de carne de frango passou de 9,34 milhões de toneladas para 13,05 milhões, mais 39,72%, sendo que o consumo interno é de 66,9%, e as exportações 33,1%.
Na avicultura de postura, a oferta de ovos de galinha evoluiu de 28,85 bilhões de unidades para 39,92 bilhões, crescendo 38,37% entre 2010 e 2017, e o consumo interno atingiu 99,74%. Entre 2006 e 2017, a produção de carne suína avançou de 2,94 milhões de toneladas para 3,75 milhões, mais 27,55%, havendo uma demanda interna de 81,50% no País (ABPA-2018).
Em 2017, houve uma oferta de 9,71 milhões de toneladas de carne bovina, em equivalente carcaça, dos quais 80% para o mercado interno e 20% foram exportados (Abiec).
O 9º Levantamento da Conab, safra 2018/19, estima a produção de soja em 114,8 milhões de toneladas e 70 milhões exportadas (61%); sendo que a oferta estimada de milho é de 97 milhões de toneladas, com 32 milhões (32,9%) exportados. Entre outros produtos agrícolas, essenciais, o milho e a soja são destinados à alimentação humana, agroindústrias, e para os rebanhos de pequenos e grandes animais; mais carnes, leite e ovos!
Por outro lado, nessa breve panorâmica, o Brasil é o maior produtor de café no cenário mundial, e mais 80% dos lares brasileiros usam diariamente essa bebida saborosa, emblemática e histórica. Em 2017, a oferta nacional é 49,9 milhões de sacas, sendo 30,7 milhões exportadas (61,5%); em 2018, das 61,7 milhões de sacas de café produzidas foram vendidas no mercado externo 31,5 milhões (51%) (Conab). O café é uma cultura bienal!
Minas Gerais é o maior produtor e exportador de café do Brasil e exige avançar mais na agroindústria, agregando valores, e ganhar novos espaços estratégicos e indispensáveis no Certifica Minas Café. Noutro ângulo, igualmente importante, em 2018/2019 a produção de açúcar atinge 34,2 milhões de toneladas e as exportações 23,6 milhões (69%)(Seapa).
No caso do trigo, embora o Brasil possa ser autossuficiente nessa cultura, em média se importa 50% do trigo argentino para atender à demanda interna. Em 2017, a produção brasileira é de 4,26 milhões de toneladas e as importações 6,38 milhões (60%), sendo que o consumo interno estimado é da ordem de 11,28 milhões de toneladas (Abitrigo). Há muita pesquisa substantiva sobre o trigo no Brasil!
A Argentina importa alguns milhares de veículos automotores de passageiros fabricados no Brasil, pois quem compra quer vender. Acordo bilateral vigente!
Esses e outros dados reafirmam substantivamente que não há desabastecimento, pois o agronegócio abastece e exporta. Entre 2017 e 2018, o superávit nas exportações do agronegócio somou US$ 240,19 bilhões. Nesse Acordo UE-Mercosul, as logísticas operacionais não podem se transformar no “Calcanhar de Aquiles” do agronegócio brasileiro!
Engenheiro agrônomo Benjamin Salles Duarte* – 05/07/2019.
 




Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

15/11/2019 às 05:00

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


252 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey