Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


28/06/2012

Novo Código prevê recuperar área igual a 40% de SP

Estimativas indicam que a nova versão do texto aponta a recuperação de 110 mil km² de vegetação às margens de rios

Estimativas preliminares do Ministério do Meio Ambienteindicam que a nova versão do Código Florestal exigirá a recuperação de 110 mil quilômetros quadrados de vegetação às margens de rios. Isso equivale a mais de 40% do território do Estado de São Paulo ou pouco mais de 25% das Áreas de Preservação Permanente (APPs) já desmatadas no país. 

A conta foi feita com base nas novas regras estabelecidas por medida provisória editada no começo do mês pela presidente Dilma Rousseff. O texto cobra a recuperação da vegetação às margens de rios com base no tamanho das propriedades, com vantagem para os imóveis menores, de até 2 módulos fiscais. A recuperação de áreas já desmatadas vai variar de 5 metros a 100 metros em cada margem, de acordo com o texto em análise no Congresso. 

Embora não chegue perto de recompor todas as áreas já desmatadas à beira de rios, a exigência feita pelo Código Florestal representará quase o dobro de toda a área de reflorestamento no país com pinus e eucalipto, ainda segundo informação do Ministério do Meio Ambiente. Desde os anos 50, teriam sido reflorestados 6 milhões de hectares ou 60 mil quilômetros quadrados. 

De acordo com cálculos do Ministério do Meio Ambiente, a recuperação total de APPs cairá para cerca de 100 mil quilômetros quadrados caso deputados e senadores mudem a medida provisória e reduzam a faixa de reflorestamento nas médias e grandes propriedades a 15 metros, conforme defendem parlamentares ruralistas. 

A defesa das médias e grandes propriedades é um dos pontos mais polêmicos do debate. O lobby dos ruralistas representaria cerca de sete vezes o tamanho da cidade de São Paulo a menos na recuperação das APPs. 

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, defendeu nesta terça-feira (26/6) a fórmula adotada pelo governo, de cobrar uma recuperação menor da vegetação nas pequenas propriedades e o replantio de pelo menos 30 metros às margens de rios localizados nas propriedades com mais de 10 módulos fiscais. 

"A prioridade é recuperar as APPs para garantir a oferta de água. Fizemos uma composição social e ambiental", insistiu. Izabella participou de audiência pública no Senado, ao lado de outros quatro ministros. 

Até ontem, o relator do Código Florestal, senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC), não havia definido se mexeria na extensão da área a ser recuperada nas médias e grandes propriedades. Seu relatório será apresentado no dia 4.


Fonte: revistagloborural.globo.com



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

20/09/2020 às 20:09

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1352 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey