Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


02/03/2013

MS: International Paper deve investir US$ 300 milhões na ampliação de fábrica

A International Paper iniciou estudos para a compra de uma segunda máquina em projeto de ampliação da fábrica de Três Lagoas. O anúncio foi feito na última quinta pelo novo gerente geral da fábrica, Marcelo Nale. Segundo ele, a decisão sobre os investimentos, de aproximadamente US$ 300 milhões, ainda depende de análises sobre a variação cambial e pesquisa de mercado. Hoje, a IP produz papel cortado, não revestido. Com a ampliação, vai ingressar no mercado de papel destinado ao setor gráfico, fornecendo bobinas.

No ano passado, a companhia entrou no mercado de embalagens, mas a fábrica de Três Lagoas manterá sua linha de produção voltada ao segmento de papel sulfite (Chamex), com a projeção de entrada no mercado do setor gráfico, com papel cortado e em bobinas (Chambril). Segundo Marcelo Nale, em 2012, o principal investimento, em torno de US$ 500 milhões, foi destinado à compra de ativos da Jari Celulose Papel e Embalagens, empresa do Grupo Orsa. A transação, resultou na criação de uma joint venture, que já opera desde janeiro.

O negócio dá suporte à estratégia da IP de crescimento quanto à sua presença global no setor de embalagens a fim de melhorar ainda mais os serviços aos seus clientes ao redor do mundo. A IP está presente em 24 países e emprega, hoje, em todo o mundo, 68 mil funcionários. No Brasil são 2.600, mas o quadro deve chegar a 5.500 com a joint venture e as ampliações. Na fábrica de Três Lagoas, o quadro de empregados diretos deve saltar dos atuais 220 para 440. Os terceirizados aumentariam de 140 para 280.

RECORDE DE PRODUÇÃO

A fábrica da IP em Três Lagoas, única construída “do zero” fora dos Estados Unidos, registrou recorde de produção no ano passado, extrapolando a capacidade instalada de 200 mil toneladas/ano. Foram produzidas mais de 230 mil toneladas de papel em 2012.

Toda a matéria-prima é adquirida ao lado, da fábrica de celulose da Fibria, por força de contrato, que prevê a agregação de valor à celulose produzida no município pelos próximos 90 anos. Segundo o gerente geral da fábrica, 90% da produção de papel são destinados ao mercado interno. Outros 10% à América Latina.

O planejamento para a compra da segunda máquina para a fábrica de Três Lagoas visa também atender ao mercado interno. Os estudos incluem a prospecção de mão de obra técnica. A companhia deve firmar convênio novamente com o Senai, que na primeira linha capacitou técnicos em produção de papel e manutenção de máquinas. A ideia é buscar a mão de obra no próprio município.

TECNOLOGIA

A fábrica da IP em Três Lagoas tem uma das tecnologias mais avançadas na produção de papel. A máquina produz bobinas de 40 toneladas a uma velocidade de 80 km/h - cerca de 1.230 metros de papel bobinado por minuto. “Produzimos um rolo de 100 quilômetros a cada hora”, diz o novo gerente geral da International Paper em Três Lagoas, Marcelo Nale.

Formado em engenharia de produção química pela Universidade de São Carlos (SP), o gerente geral da fábrica da IP trabalha na companhia há 18 anos. Atuou por 10 anos na unidade de Mogi Guaçu e há 8 anos dedica-se ao projeto de Três Lagoas. Começou na unidade local como engenheiro de processo de produção. Em 2005, tornou-se gerente de máquinas e participa desde então dos estudos de custos, compra e construção. Em 2009, assumiu a gerência técnica e em seguida a gerência de produção. A partir de janeiro deste ano, assumiu a gerência geral.

Em café da manhã com jornalistas nesta quinta-feira, 28 de fevereiro, Marcelo Nale destacou os números da IP, apontando o faturamento de US$ 25 bilhões de dólares da companhia em todo o mundo. No Brasil, onde emprega 2.600 funcionários, o faturamento de 2012 foi de US$ 1 bilhão e 100 milhões. Ele também citou o acordo com a transferência de ativos que permite à IP atuar no mercado de embalagens por meio de suas outras unidades (exceto Três Lagoas), que ampliará o quadro de funcionários para 5.500, além da projeção de ingresso da fábrica de Três Lagoas no mercado de papel ao setor gráfico. Outro grande investimento mencionado por Nale foi a compra de uma caldeira que garante a produção de energia a partir da biomassa, com potência capaz de alimentar com eletricidade uma cidade de 40 mil habitantes. Foram investidos US$ 90 milhões em equipamentos. A IP, disse Marcelo Nale, é signatária de todos os princípios socioambientais e manifesta seu compromisso com a sustentabilidade. Um exemplo disso são os investimentos na geração de energia renovável. A companhia foi eleita uma das 150 melhores empresas para se trabalhar e a melhor para iniciar uma carreira profissional.


Fonte: Jornal do Povo



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

19/08/2019 às 14:43

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1646 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey