Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


08/02/2011

Mesmo com recordes nas exportações, preços de celulose apresentam instabilidade

Conforme análise de mercado realizado pela Foex, a produção e o consumo de papel continuou o ritmo de redução no mês de dezembro.

Conforme análise de mercado realizado pela Foex, a produção e o consumo de papel continuou o ritmo de redução no mês de dezembro. A maioria dos índices de atividade na indústria do papel também aponta para taxas menores.

Na Alemanha e nos EUA, o cenário também apresentou dados negativos, com a queda na confiança da indústria impressa em janeiro e com a atividade do setor bem abaixo que o de outros, com quedas nos pedidos de entrega.

Já os números da Europa revelam uma boa atividade do segmento de papel proveniente de madeira, com elevação da demanda de 11% em dezembro e de 4,5% para o ano, ao passo que o segmento de celulose química (woodfree) registrou uma queda de 4,5% no consumo em dezembro e um modesto crescimento de 2,6% no ano.

As negociações de preço na Europa continuam, mas com alguns pedidos de 2010 a serem entregues ainda, o resultado final só deverá ser sentido nos índices dentro de algumas semanas, segundo a Foex. Após as negociações, a consultoria acredita que os contratos deverão ter um período de duração menor.

Na Europa, a celulose de fibra longa registrou exportação em um nível histórico recorde em dezembro, impulsionados pela demanda na China, além de outros países da Ásia, e pela América Latina, com destaque negativo para a Europa Ocidental, ao passo que os estoques dos produtores caíram. “Aparentemente, uma grande parte destas remessas foi para os estoques de consumidores e portos”, revelou a Foex. A celulose de fibra longa possui um cenário de fortes estoques, com 25 dias no total, segundo a PPPC (Pulp and Paper Products Council).

Já no segmento de fibra curta, as exportações também bateram todos os recordes em dezembro e, caso as estatísticas contassem a participação da Indonésia e da China, este número teria sido ainda maior, destaca a consultoria finlandesa. Ademais, a relação entre exportações e capacidade superou 100%, com ganhos nas embarcações para todas as áreas frente a 2009. Os maiores aumentos relativos nas entregas ficam com América do Norte, Japão, China, e outros pontos da Ásia.

No mercado chinês foi registrado um incremento de 60% das remessas à China, conforme dados dos países produtores que se reportam ao PPPC. “Uma grande parte destas embarcações não chegou à China antes da virada do ano, e as estatísticas de importação da China mostraram um ganho muito mais modesto”, revela a Foex.

No segmento de fibra curta, com o avanço no volume local, as importações em dezembro caíram quase 15% sobre novembro de 2010, enquanto ao longo do ano o número decresceu em 26%. Por outro lado, os preços têm se mantido estáveis, devido à elevação de preços no mercado de fibra longa.


Fonte: InfoMoney - Adaptado por Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

20/01/2020 às 00:23

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3480 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey