Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


26/11/2012

Mercado silvipastoril vai ficar maior no MS em 2013

A pressão por redução do desmatamento e a busca por madeira certificada dão cada vez mais credibilidade a este mercado.

Foto: Painel Florestal

O mercado de madeiras nobres no Mato Grosso do Sul cresce e vai se expandir em 2013. A pressão pela redução do desmatamento e a busca cada vez mais frequente por madeira certificada são indícios de bons negócios para o setor. Pelo menos esta é avaliação de Clóvis Tolentino, engenheiro agrônomo e consultor Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) no Mato Grosso do Sul.

Segundo Tolentino, muitos produtores estão começando a despertar para este mercado de silvicultura. “No começo, foi com o eucalipto. Agora, é a vez da seringueira, mas as madeiras nobres acompanham esta tendência. Quem tem suprido as serrarias é quem começou plantando o eucalipto. O avanço nas pesquisas e os melhoramentos feitos nos controles de pragas e doenças são demonstrações de que o mercado está em expansão”, avalia Tolentino.

 

Uma das tendências mais fortes para o Estado está ligada ao crescimento da área silvipastoril, que é de floresta plantada com pecuária. Depois que equacionaram a idade em que o boi poderia ser solto na floresta plantada, os resultados, na avaliação de Clóvis Tolentino, foram significativos. No caso do eucalipto, quando a árvore está com um ano e meio o gado bovino pode ser solto. Para Tolentino, o sombreamento gera um conforto térmico para o gado. O resultado é o boi engordando mais rápido.

Prático e objetivo, Clóvis Tolentino diz que uma das formas mais simples de melhorar a pecuária no Estado é investindo em sistemas silvipatoris, que ocupa áreas menores e têm níveis de produtividade maiores. Outro caminho defendido por Tolentino é o plantio consorciado entre culturas agrícolas e espécies madeireiras. No entanto, está prática – por enquanto – está mais vinculada à agricultura familiar, embora anualmente esta tendência passe a ocupar um espaço maior no aproveitamento das terras no Estado.


Fonte: Elias Luz/Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

09/08/2020 às 14:24

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2668 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey