Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


22/09/2008

Mapa aplicará R$ 100 milhões no setor florestal até o final do ano

O setor florestal recebeu, em 2007, R$ 573 milhões do crédito rural.

Desse montante, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) contribuiu com R$ 52 milhões, por meio do Programa de Plantio Comercial e Recuperação de Florestas (Propflora). De janeiro a agosto de 2008, já foram desembolsados pelo Mapa R$ 43 milhões e a estimativa, até o fim do ano, é alcançar R$ 100 milhões. Além disso, está sendo elaborada proposta de financiamento privado ao setor e a criação de título emitido em favor de qualquer credor.

De acordo com o coordenador-geral para Pecuária e Culturas Permanentes, da Secretaria de Política Agrícola (SPA/Mapa), João Antônio Fagundes Salomão, o setor necessita de tratamento diferenciado, já que o ciclo da cultura florestal pode variar de cinco a 35 anos. “O ideal seria um título que atendesse a essas peculiaridades como, por exemplo, longo prazo para pagamento e liberação parcelada de crédito, fatores que facilitariam o cronograma de desembolso do produtor rural. Já debatemos o assunto na Câmara Setorial de Silvicultura e o próximo passo será a avaliação da proposta pela consultoria jurídica do Mapa e a elaboração de Projeto de Lei para apreciação do Congresso Nacional”, explicou.

Em relação ao seguro rural, o número de adesões passou de 15, em 2007, para 100, em 2008. Destes, 70 são da região sudeste. Em 2008, os limites e percentuais de subvenção para o setor florestal será de 32 mil reais.

Dados da Associação Brasileira de Produtores de Florestas Plantadas (Abraf) apontam que o Brasil possui 5,5 milhões de hectares de florestas plantadas e gerou 4,3 milhões de áreas de preservação. Em 2007, o setor exportou US$ 6 bilhões e 4,5 milhões de empregos.

Dia da árvore - Comemorado no domingo (21/09). Sob o aspecto econômico, a árvore contribui com produtos como madeira, celulose, carvão, substâncias medicinais, óleos, essências, mel, frutos e flores. No que se refere aos benefícios ecológicos, estão: proteção do solo, rios e nascentes; preservação da vida silvestre e manutenção da qualidade de vida.


Fonte: www.agricultura.gov.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

22/01/2020 às 05:20

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


799 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey