Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


26/11/2012

Macaúba - Boas Novas!

As esperanças de transformar a macaúba em uma grande cultura produtora de energia (óleo e carvão) e torta proteica veem se ampliando à medida do desenvolvimento das pesquisas realizadas na UFV, lideradas pelo professor Sergio Motoike.

Macaúba do Primeiro Campo Experimental UFV
O primeiro campo experimental, criado a partir das primeiras sementes pré-germinadas na UFV, encontra-se com 4 anos de idade, e emitiram, no inicio deste período chuvoso, grande quantidade de espatas, de onde sairão as flores e cachos de frutos. Na foto, pode-se observar o tamanho das espatas e a altura das jovens plantas. É de se salientar que duas delas emitiram doze espatas, sendo que a média é de sete espatas por planta. Tais fatos aumentam as expectativas de um grande futuro para a Macaúba, apesar de que muitas pesquisas ainda são necessárias para a domesticação da espécie e a sua recomendação de cultivo em larga escala. Nesse sentido, os estudos estão sendo apoiados pelo Polo de Excelência em Florestas –SECTES/FAPEMIG – SEAPA_MG, Petrobrás, EPAMIG e outras instituições.
A macaúba (Acrocomia aculeata) é uma palmeira oleaginosa da família Arecaceae e nativa do Brasil. Sua ocorrência é abrangente em todo o país, desde o sul até o norte, apresentando grande variabilidade genética. Esta variabilidade constitui um grande manancial para o melhoramento, mas ao mesmo tempo nos avisa que nem todas as macaúbas são iguais.
O fruto da macaúba é rico em óleo, concentrado no mesocarpo e na amêndoa e tem vasta aplicação no setor industrial e energético. Além do óleo, o processamento do fruto da macaúba gera coprodutos como tortas de alto valor alimentar e endocarpo de elevado poder calorífico, que podem ser transformados em produtos de grande valor mercadológico.
A exploração da macaúba ainda é feita de forma extrativista, aproveitando-se dos povoamentos nativos desta planta. Entretanto, para a exploração industrial torna-se necessária a substituição da atividade extrativista por cultivos racionais e sustentáveis.
A Universidade Federal de Viçosa, através da equipe coordenada pelo professor Sérgio Motoike, ao desenvolver a tecnologia para a produção de sementes pré-gerrminadas, tornou possível o plantio racional e comercial da macaúba, despertando o interesse de investidores brasileiros e estrangeiros. Como fruto deste projeto Minas Gerais já possuí algumas áreas consideráveis de plantio de macaúba.


Fonte: Polo de Excelência em Florestas ? 26/11/2012



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


calZXBiYiLFg disse:

04/03/2013 às 15:52

Parabe9ns e0 Editora UFV pela iniciativa de paiprcitar da Bienal do Livro SP. Com certeza e9 uma excelente oportunidade de divulgae7e3o dos livros e nf3s, autores, sf3 temos a agradecer.Ricardo Ribeiro Alves(Autor de Consumo Verde e Empresas Verdes).

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


4087 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey