Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


31/08/2013

Leilão de energia A-5 registra preço médio de R$ 124,97 por MWh

A realização do leilão partiu da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na sede da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE)

O leilão foi realizado na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em São Paulo

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) realizou, na sede da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em São Paulo (SP), o Leilão de Energia A-5 (com início de suprimento previsto para ocorrer em cinco anos) para contratação de energia elétrica de novos empreendimentos de geração de fontes hidrelétrica e termelétrica (carvão ou gás natural em ciclo combinado e biomassa), com início de suprimento em 1º de janeiro de 2018.

Venceram empreendimentos nos Estados da Bahia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Piauí, Santa Catarina e São Paulo. O preço médio de venda foi R$ 124,97 por MWh e foram vendidos 165,2 milhões de MWh, num total de R$ 20,6 bilhões. Os contratos por quantidade de energia para empreendimentos hidráulicos tiveram preço médio de R$ 114,48 por MWh e, para usinas térmicas por disponibilidade de energia, R$ 135,58 por MWh. O preço inicial da energia da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop foi de R$ 118 por MWh e a venda ocorreu por R$ 109,40, com deságio de 7,29%.

O Contrato de Comercialização de Energia no Ambiente Regulado (CCEAR) de fonte hidráulica será por quantidade de energia, com prazo de duração de 30 anos e o CCEAR de fonte térmica será por disponibilidade de energia, com prazo de duração de 25 anos.

O edital desse leilão trouxe novidades como melhoria da avaliação de regularidade fiscal de Fundos de Investimentos em Participações – FIP – que figurem na condição de controlador, aprimoramento da gestão das garantias de fiel cumprimento, inclusão de previsão de execução progressiva da garantia de fiel cumprimento na hipótese de atraso dos marcos intermediários do cronograma de implantação da usina, entre outros.

 


Fonte: Aneel



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

10/12/2019 às 02:19

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1561 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey