Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


14/04/2011

ICMBio e Serviço Florestal promovem diagnóstico sobre açaí no entorno de florestas no Pará

A ação conjunta do Serviço Florestal Brasileiro (SFB) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) está possibilitando a realização do Diagnóstico Participativo do Uso do Açaí em municípios do oeste do Pará, de 12 a 16 de abril.

A iniciativa partiu das próprias comunidades, que integram os Grupos de Trabalho dos Conselhos Consultivos das Florestas Nacionais (Flonas), na área de influência da BR-163. A promoção de alternativas de geração de renda a partir de recursos naturais do entorno das Flonas é uma das formas de controle e consolidação dessas Unidades de Conservação (UCs), localizadas no Distrito Florestal Sustentável (DFS) da BR-163.

O levantamento sobre manejo, técnicas, entre outras informações do uso do açaí - nativo e plantado - no entorno das Flonas Itaituba I, Itaituba II e Trairão vai possibilitar o conhecimento das condições de exploração, seus produtos derivados, suas cadeias de comercialização, além das áreas de plantio ou retirada do fruto nativo. A atividade enfrenta dificuldades para legalização da produção, armazenamento, transporte, beneficiamento e assistência técnica.

Por ser uma espécie importante para a promoção de cadeias produtivas sustentáveis e também por envolver as comunidades do entorno de UCs, a ação é apoiada pelo Projeto BR-163 - Floresta, Desenvolvimento e Participação, cujo objetivo é consolidar o DFS, o primeiro criado no Brasil.

A organização do Serviço Florestal e do ICMBio conta com a colaboração do Instituto de Pesquisa da Amazônia (Ipam), do Instituto de Tecnologias Sustentáveis para a Amazônia (Itesan) e da Cooperativa Mista Agro Extrativista do Caracol (Coopamcol). A iniciativa é voltada somente para os moradores das comunidades e a expectativa é de que participem pelo menos 20 pessoas de cada localidade.

O primeiro encontro será dia 12 de abril, terça-feira, em Três Bueiras, no município de Trairão. No dia 13 de abril, será a vez da Vila Planalto, em Rurópolis. Dia 14, as atividades serão em Bela Vista do Caracol, em Trairão. Já nos dias 15 e 16, o diagnóstico será realizado em Itaituba. Primeiro, será na comunidade do Km 30 - onde as BRs-163 (Cuiabá/Santarém) e 230 (Transamazônica) se encontram - e no dia 16, a programação será na Vicinal do Cacau.

Nos municípios de Trairão, Itaituba e Rurópolis, o açaí é utilizado na produção de palmito em conserva e de polpa. Na região, o fruto é abundante e seu uso adequado pode significar uma melhor qualidade de vida das comunidades através do aumento da renda familiar.

Projeto BR163 - Floresta, Desenvolvimento e Participação -
Além de viabilizar ações como essa, o Projeto BR-163 - Floresta, Desenvolvimento e Participação é quem subsidia com recursos financeiros as atividades dos conselhos consultivos dessas e outras Flonas na região. Também possibilita a elaboração de diversos estudos para reconhecimento dessas áreas. Fornece equipamentos e veículos para a realização de trabalhos da área de influência da BR-163. Ainda fomentar a melhoria da qualidade de ensino do manejo florestal em universidades e escolas técnicas da região, entre outras ações.

O Projeto BR-163 - Floresta, Desenvolvimento e Participação é coordenado pelo Departamento de Políticas de Combate ao Desmatamento da Secretaria Executiva do Ministério do Meio Ambiente. Conta com o apoio técnico e a gestão financeira da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO Brasil), os recursos do Projeto são doações da União Europeia.

Fonte: Silvia Franz Marcuzzo 
Projeto BR-163 - Floresta, Desenvolvimento e Participação
Reproduzido do site www.mma.gov.br


Fonte: Serviço Florestal Brasileiro



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

21/01/2020 às 21:20

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3535 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey