Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


23/02/2016

Governo de Mato Grosso redefine Plano Estadual de Agricultura de Baixo Carbono

Reprodução/Internet/Ilustração
O Governo de Mato Grosso redefiniu o Plano Estadual de Agricultura de Baixo Carbono (Plano ABC-MT) no que diz respeito ao Plano Setorial de Mitigação e de Adaptação às Mudanças Climáticas para a Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura. A medida tem como intuito promover a mitigação de emissões de gases de efeito estufa (GEE) provenientes da agropecuária.

A redefinição consta no Decreto nº 430, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) que circula nesta terça-feira, 23 de fevereiro.

O decreto foi assinado pelo governador Pedro Taques, pelo secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, e pelos secretários de Agricultura Familiar, Suelme Fernandes, e de Desenvolvimento Econômico, Seneri Paludo.

O decreto vista promover a mitigação de emissões de gases de efeito estuda provenientes da agrpecuária buscando resultados na recuperação e manutenção de pastagens; ampliação de áreas de Integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF_ e sistemas agroflorestais (SAFs); melhoria e ampliação de áreas com Sistema de Planio direto (SPD); melhoria e ampliação de área com outras culturas com aplicação FBN; aumento na área com florestas plantadas e com novas espécies e melhoria no tratamento e destinação adequada de dejetos animais.

Segundo a publicação no Diário Oficial do Estado, O Grupo Gestor Interinstitucional responsável pela implementação do Plano Estadual de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas na Agricultura para a Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono de Mato Grosso (Plano ABC-MT) será composto por representantes das Secretarias de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf), de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Superintendência Federal da Agricultura em Mato Grosso (SFA-MT/Mapa) e Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato).

Tal Grupo Gestor terá o dever de formular propostas para a articulação técnica e institucional; estabelecer as metas e a revisão do Plano ABC-MT e coordenar as ações para o cumprimento e o monitoramento das metas do Plano ABC-MT.

Confira aqui a publicação do Decreto nº 430.


Fonte: Olhar Direto - Agro Olhar



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

15/08/2020 às 11:03

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1243 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey