Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


18/06/2015

Governador assina acordos pelo clima em Barcelona

Pedro Taques assinou dois acordos em reunião de governadores.

Evento reúne 22 estados e províncias do Brasil e outros seis países (Foto: GCom).

Mato Grosso passou a ser signatário de dois novos acordos internacionais pelo clima. Os acordos foram assinados em Barcelona, na Espanha, pelo governador Pedro Taques (PDT) durante a oitava reunião anual da força-tarefa dos Governadores pelo Clima e pelas Florestas (GCF Task Force), grupo que reúne governadores de 22 estados e províncias do Brasil, da Indonésia, do Peru, da Espanha, dos Estados Unidos da América, da Nigéria e do México com interesses em comum na formulação de políticas climáticas e de sustentabilidade de alcance global.

O primeiro acordo assinado por Taques é a Declaração de Rio Branco, no qual as partes se comprometem a enfrentar em conjunto as mudanças climáticas - com medidas de redução das emissões de carbono, redução do desmatamento e preservação das florestas. Um dos pontos do acordo é a contenção do desmatamento em 80% até 2020.

O segundo acordo é o Memorando de Entendimento Under 2, que estabelece o ano de 2050 como data-limite para que todos os signatários reduzam de maneira drástica suas emissões de gases do efeito estufa de forma a contribuir para que a variação da temperatura global não passe de dois graus centígrados até o final do século. A assinatura dos acordos é parte da agenda dos governadores e técnicos na reunião do GCF Task Force.

Até amanhã (19) eles deverão participar de painéis de discussões para formular propostas para atingir os objetivos de enfrentamento do aquecimento global, inclusive prevendo o envolvimento da iniciativa privada e de instituições que possam manter parcerias com o sistema REDD+ (Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação florestal), que prevê a geração de créditos conforme a redução do volume de gases poluentes emitidos à atmosfera.

Os créditos são pagos por países poluentes que precisam compensar suas emissões excessivas e Mato Grosso tem interesse em se beneficiar do sistema porque possui potencial baseado na recente redução do nível de desmatamento.

Segundo já declarou a secretário de estado de Meio Ambiente, Ana Luisa Peterlini, que acompanha o governador Pedro Taques em Barcelona, o estado possui, sozinho, potencial para captar no mercado internacional de créditos de carbono cerca de R$ 30 bilhões em recursos que podem ser investidos em programas e projetos de conservação, controle ambiental e desenvolvimento sustentável.

Além de Mato Grosso, a GCF Task Force inclui os estados brasileiros do Pará, do Amazonas,Acre, Amapá e Tocantins. Governadores e vice-governadores dos estados vizinhos já haviam se reunido em Cuiabá no final de maio para a assinatura da Carta de Cuiabá, documento no qual nove estados da Amazônia Legal registraram uma série de reivindicações em prol da manutenção do bioma amazônico.

A reunião na capital mato-grossense também serviu para consolidar a posição do bloco amazônico dentro dos debates da próxima Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP 21, a ser realizada em Paris ainda este ano.


Fonte: G1



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

24/06/2019 às 11:42

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1291 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey