Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


14/10/2009

Fitch Eleva Notas de Risco da Aracruz

A agência de classificação de riscos Fitch revisou as notas da Aracruz e da Votorantim Papel e Celulose, tendo em vista o movimento de fusão entre as duas empresas até o final deste ano que criará a Fibria.

A agência de classificação de riscos Fitch revisou as notas da Aracruz e da Votorantim Papel e Celulose, tendo em vista o movimento de fusão entre as duas empresas até o final deste ano que criará a Fibria.

No caso da VCP houve rebaixamento de "BB+" para "BB" da nota de probabilidade de inadimplência do emissor em moeda local e estrangeira (IDR, na sigla em inglês). O rating em escala nacional passou de "AA-" para "A+".

Concomitantemente, a nota de IDR da Aracruz teve sua classificação elevada de "BB-" para "BB" e o rating em escala nacional passou para "A+", ante a classificação anterior "A". Em ambos os casos, tanto da VCP como da Aracruz, a perspectiva das novas notas é "estável".

De acordo com a Fitch, as novas classificações "refletem a convergência da qualidade de crédito destas duas companhias durante os últimos nove meses", em decorrência do aumento de participação da VCP na Aracruz e futura fusão, prevista para o final deste ano. A avaliação da agência é de que o endividamento da nova empresa deverá permanecer alto até 2011.

O volume de dívida de ambas as empresas continuou aumentando em 2009, embora medidas tomadas no período tenham compensado parcialmente esse movimento, com a emissão de R$ 3 bilhões de capital pela VCP e a venda, pela Aracruz, da sua unidade Guaíba, por US$ 1,430 bilhão, dos quais US$ 1 bilhão serão usados para pagamento de dívida.

A agência estima que o Ebitda combinado da companhia deverá cair de US$ 1,1 bilhão em 2008 para US$ 900 milhões neste ano por conta da baixa de preços da celulose na primeira metade deste ano. Com isso, a relação entre dívida líquida e Ebitda subirá de cinco vezes em 2008 para 6,2 vezes em 2009.

Ainda assim, a Fitch entende que as duas empresas têm posição "muito forte de negócios" e a produção integrada da Fibria deverá alcançar 5,350 milhões de toneladas de celulose de mercado, "quase o dobro da segunda maior empresa no mercado", além de 360 mil toneladas de papel.

Ainda que a liquidez continue restrita, a agência avalia o cenário como administrável. Ambas as empresas devem levantar em breve US$ 1,750 bilhão de dívida nova e somar ao caixa o montante da venda da unidade de Guaíba, de US$ 1,430 bilhão, para antecipar o pagamento dos próximos vencimentos, "assim como quase dois terços do restante da dívida associados às perdas da Aracruz com derivativos".
 


Fonte: Valor OnLine. Adaptado pelo Celulose Online.



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

07/08/2020 às 12:08

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1987 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey