Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


28/06/2011

Fibria faz parada geral até 6 de julho

Cerca de 1.600 funcionários temporários foram contratados para a operação. A maioria deles é proveniente de outras regiões do Brasil e de outros países

Foto: Google

Até o dia 6 de julho, a unidade industrial da Fibria, em Três Lagoas, realiza a interrupção do processo de produção para que sejam feitas manutenções de rotina na fábrica. Ações preventivas e ajustes dos equipamentos das linhas de produção, bem como a implementação de melhorias, serão realizadas simultaneamente durante a 2ª Parada Geral.

O objetivo, segundo a empresa, é manter a segurança dos processos e equipamentos, estendendo a vida útil da fábrica e garantindo o mínimo de impacto ao meio ambiente. Esse período de interrupção acontece uma vez ao ano em todas as indústrias de celulose.

Para a ação deste ano na Fibria, em Três Lagoas, cerca de 1.600 funcionários temporários, especializados para a operação, foram contratados. A maioria deles é proveniente de outras regiões do Brasil, inclusive de outros países.

A Fibria possui capacidade produtiva de 5,25 milhões de toneladas anuais de celulose. Sua operação, integralmente baseada em plantios florestais renováveis, inclui também a produção anual de 179 mil toneladas de papel.
 


Fonte: Jornal Dia Dia/Adaptado por CeluloseOnline



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

20/04/2019 às 10:22

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1796 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey