Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


26/02/2016

Exportações de celulose em janeiro geram US$ 491 milhões e aumentam 16%

A participação da celulose na pauta de exportações saltou de 3,1%, em janeiro do ano passado, para 4,4% este ano

Dados Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) mostram que o setor florestal, relacionado às exportações, vem conseguindo vencer a crise. Em janeiro deste ano, o valor registrado nas exportações de celulose atingiu US$ 491 milhões, contra US$ 423 milhões de janeiro do ano passado, gerando uma variação positiva de 16,1%.
Agora, a celulose é o quarto produto na pauta de exportações, ficando atrás apenas do petróleo, milho e minério de ferro. A participação da celulose na pauta de comércio exterior do Brasil saltou de 3,1%, para 4,4%. Dados do informativo Cenários Ibá (Indústria Brasileira de Árvores) mostram, ainda, que a receita de exportações de celulose, painéis de madeira e papel totalizou US$ 646 milhões, registrando um crescimento de 9,9% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o total foi de US$ 588 milhões. O saldo da balança comercial do setor de janeiro é de US$ 555 milhões - um valor 23,1% maior na comparação com o mesmo período de 2015.
Em janeiro deste ano, o volume das exportações de celulose totalizou 959 mil toneladas, crescimento de 4,4% em relação ao mesmo período de 2015, quando foram exportadas 919 mil toneladas. Em relação ao segmento de painéis de madeira, o volume exportado no primeiro mês do ano somou 54 mil m³, crescimento de 50% sobre o mesmo período do ano passado, quando as exportações foram de 36 mil m³. As exportações de papel atingiram 156 mil toneladas no primeiro mês deste ano, volume 1,3% maior em relação as 154 mil toneladas exportadas no mesmo período de 2015.
No primeiro mês de 2016, a produção brasileira de celulose atingiu 1,6 milhão de toneladas, alta de 9,2% em relação ao mesmo período de 2015, quando foram produzidas 1,5 milhão de toneladas. A produção de papel totalizou 849 mil toneladas em janeiro de 2016, volume 2,5% menor na comparação com 2015. As vendas de papel no mercado doméstico em janeiro de 2016 atingiram 440 mil toneladas, crescimento de 2,6% em relação ao mesmo período de 2015. No segmento de painéis de madeira, as vendas no mercado interno atingiram 462 mil m³, volume 19% inferior na comparação com o mesmo período do ano passado.


Fonte: Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/07/2019 às 20:43

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1115 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey