Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


21/05/2012

Evaldo Vilela toma posse na Academia Brasileira de Ciências

A Academia Brasileira de Ciências (ABC) empossou no dia 8 de maio, durante Reunião Magna, seus novos membros titulares e correspondentes. Entre os 25 pesquisadores eleitos, foi nomeado o secretário-adjunto de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Evaldo Ferreira Vilela, na categoria de Ciências Agrárias, representando a Universidade Federal de Viçosa (UFV), onde foi reitor. Esta foi a segunda vez que seu nome foi indicado.

Os novos Membros Titulares e Correspondentes da Academia foram eleitos no dia 16 de dezembro de 2011, em Assembleia Geral Ordinária da ABC. O processo de seleção dos novos membros iniciou-se em setembro de 2011, com a indicação de candidatos, que pode ser feita apenas por Membros Titulares da ABC, através do sistema eletrônico de votação ou por carta.

 

“Fazer parte da ABC é um prestígio muito grande, pois é uma instituição com grandes cientistas e pessoas experientes na condução da ciência no país. Hoje eu estou cumprindo uma gestão e execução de políticas públicas. Acho que fui escolhido muito em função disso, por entender as necessidades de avanço do mercado, e trabalhar para termos produtos e processos feitos no Brasil, desde o servidor até o cientista. A gestão do conhecimento também é parte da vida do pesquisador”, comenta Vilela, que atua na área de pesquisa há mais de 40 anos.

 

Sobre a importância da indicação para o Estado de Minas Gerais, Vilela destacou o reconhecimento do trabalho feito em prol do desenvolvimento inovador, onde teve forte participação nos processos de transferência de tecnologia das universidades para o setor industrial, entre eles, por meio do Sistema Mineiro de Inovação (Simi). “Nós investimos em pesquisa, mas depois precisamos saber como ela vai gerar renda para o país, buscando a aplicação do conhecimento gerado via parques tecnológicos e incubadoras, para melhorar a qualidade de vida da sociedade. Então, o Simi vem muito na sequência do trabalho que participei ativamente, e fui líder da criação da incubadora e do parque tecnológico de Viçosa. No Governo de Minas, continuamos com essa política de criar ambientes de inovação, para que a pesquisa vá além da publicação científica”, destaca.

 

Vilela é mineiro de Campo Belo, formou-se em Agronomia pela UFV, é Mestre em Entomologia pela USP e Ph.D em Ecologia pela Universidade de Southampton, Inglaterra. Realizou pós-doutoramentos nas Universidades da Califórnia-Berkeley (EUA), de Nuremberg-Erlangen (Alemanha) e Tsukuba, Japão. É Pesquisador 1A do CNPq, com mais de cem artigos científicos referenciados e 56 mestres e doutores orientados. Vilela também é o atual presidente da Sociedade Brasileira de Defesa Agropecuária (SBDA), onde desenvolve pesquisas inovadoras junto com a UFV e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). A mais recente trata da capacitação de pessoas na proteção das importações e exportações do Brasil, no que diz respeito às pragas. Para isso, foi desenvolvida a Rede de Inovação Tecnológica para a Defesa Agropecuária (RITDA), uma rede social que permite ao pesquisador da universidade controlar o produto do agropecuário que está em aeroportos e portos para verificar se o mesmo não contém pragas.    

Reunião Magna 2012

A Reunião Magna 2012, uma das grandes reuniões científicas anuais da ABC, aconteceu nos dias 7, 8 e 9 de maio, no Rio de Janeiro. No encontro, jovens cientistas e grandes nomes da ciência nacional e internacional se reuniram para discutir as mais recentes pesquisas das grandes áreas do conhecimento.


Fonte: SECTES



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

18/03/2019 às 17:27

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2241 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE   |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey