Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


07/04/2009

Eucalipto Conserva a Diversidade da Fauna

Trabalhos evidenciam alta diversidade de fauna nas propriedades com cultivo de eucalipto. Os diversos estudos de grupos faunísticos realizados nas áreas florestais da Cenibra demonstram que o modelo atual de manejo praticado pela empresa é altamente compatível com a conservação da fauna silvestre.

Trabalhos evidenciam alta diversidade de fauna nas propriedades com cultivo de eucalipto. Os diversos estudos de grupos faunísticos realizados nas áreas florestais da Cenibra demonstram que o modelo atual de manejo praticado pela empresa é altamente compatível com a conservação da fauna silvestre. Os trabalhos evidenciam que há alta diversidade de fauna nas propriedades com cultivo de eucalipto e que as principais razões para tal fato são o elevado percentual de áreas protegidas nestas propriedades e o manejo de baixo impacto ambiental praticado nesses cultivos.

As pesquisas apontam ainda para o alto uso dos plantios florestais pela fauna silvestre, o que demonstra que estas plantações são importantes como ampliadoras das áreas de vida e como corredores de ligação entre as áreas de vegetação nativa. Notadamente para as espécies mais exigentes, que são aquelas dependentes florestais, como os primatas, mamíferos de grande porte e as demais espécies arborícolas, as plantações de eucalipto têm o papel fundamental de promover a conectividade entre os remanescentes florestais nativos.

A capacidade das plantações florestais de permitir a circulação da fauna é também denominada de aumento da permeabilidade da paisagem, ou seja, as plantações de eucalipto facilitam a circulação de diversas espécies da fauna, principalmente se comparadas às áreas desmatadas, às pastagens ou às culturas agrícolas. Isso significa dizer que o mito difundido de que as plantações de eucalipto são um deserto verde cai literalmente por terra.

Dessa forma, as propriedades com plantios florestais, realizados com manejo de baixo impacto e com altos percentuais de áreas destinadas à conservação de remanescentes de vegetação, são desejáveis também no entorno das unidades de conservação como forma de ampliar os espaços de vida para a fauna silvestre e para aumentar a conectividade entre as unidades de conservação e os demais remanescentes florestais situados no entorno.


Fonte: Sociede Brasileira de Silvicultura



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

06/12/2019 às 10:10

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


4563 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey