Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


21/02/2011

Embalagens de papelão ondulado são desenvolvidas para descarte de lâmpadas

O objetivo é evitar riscos de contaminação, o que prejudica a saúde da população e o meio ambiente, além do risco de acidentes na hora de manusear e transportar este tipo de material.

A SEE-SP (Secretaria de Educação do Estado de São Paulo) acaba de lançar um Programa de Descarte para lâmpadas fluorescentes. O objetivo é evitar riscos de contaminação, o que prejudica a saúde da população e o meio ambiente, além do risco de acidentes na hora de manusear e transportar este tipo de material.

A iniciativa é uma evolução do Programa Eficiência Energética, que desde 2007, atua por meio de convênios com concessionárias de energia, na troca de lâmpadas, luminárias e reatores das escolas municipais e estaduais por modelos mais eficientes e econômicos.

Como forma de contribuir para que todo o processo seja ambientalmente correto, a Mazurky, empresa especializada na fabricação de embalagens e caixas de papelão ondulado, localizada no ABC Paulista, irá fabricar modelos adaptados e exclusivos de caixas para condicionar e transportar as lâmpadas substituídas. Em um primeiro momento, serão 20 mil caixas para o descarte de 1,5 milhão de lâmpadas. “A preocupação com a questão ecológica é fundamental, por isso, produzimos essas embalagens com material totalmente reciclado e com selo FSC (Forest Stewardship Council) – o certificado verde mais reconhecido em todo o mundo –, garantindo a origem do produto”, afirma Eduardo Mazurkyewistz, diretor da empresa.

Ainda segundo o empresário, o projeto demonstra que a parceria público-privada pode resultar em grandes benefícios para a sociedade. “Empresas privadas e esferas governamentais podem atuar em conjunto para a preservação do meio ambiente, consumo consciente e racionalização de recursos. Na verdade, atualmente, este olhar é essencial para qualquer empresa, resultado do maior nível de informação e exigência do consumidor brasileiro. Não é mais um diferencial, mas requisito básico”, resume Eduardo Mazurkyewistz.

Redução de 15% no consumo mensal de energia
O Programa Eficiência Energética, da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (SEE-SP), além de contribuir para a redução de gastos com o consumo de energia, cumpre a Lei Federal 9.991/00, que determina a aplicação pelas concessionárias de energia elétrica de 1% da Receita Operacional Líquida (ROL) em Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento e Projetos de Eficiência Energética. Segundo o coordenador administrativo da SEE-SP, Gennaro Soria, a redução no consumo mensal de energia é de, em média, 15% e a intenção é levar o projeto a todas as escolas do Estado de São Paulo.


Fonte: Celulose Online



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

08/07/2020 às 23:14

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2158 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey