Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


21/05/2014

Dinâmica da vegetação da Serra Catarinense

Tese apresentada à Universidade Federal do Paraná de autoria de Jorgeane Schaefer dos Santos, relata sobre a Análise da dinâmica da vegetação campestre e florestal da região da Serra Catarinense.

Foto ilustrativa
             Dentre as regiões do estado de Santa Catarina, a Serra Catarinense sempre foi assumida como uma área formada pelo mosaico de campos e de florestas (Floresta com Araucária ou Floresta Ombrófila Mista). Porém, devido ao intenso desmatamento ocorrido na região, houve redução das florestas e impacto ao meio ambiente.
             As forças direcionadoras que conduzem, ou tenham conduzido a paisagem até o seu estado atual, bem como sua dinâmica mais recente, devem ser investigadas, para que esforços de manejo sejam feitos adequadamente. Desta forma, este estudo buscou mapear a dinâmica de uso e ocupação dos solos usando técnicas de detecção de mudanças a partir de imagens de satélite; identificar rotas preferenciais de expansão e exploração da Floresta com Araucária, bem como identificar os fatores que interferiram na formação da paisagem da Serra Catarinense, com foco nos municípios de São Joaquim e Urubici, SC.
             Foram abordadas técnicas de detecção de mudanças na biomassa capturada pelo NDVI, mapeamento das formas do terreno, e, por fim, a construção de cenários vegetacionais pretéritos e atuais. Considerou-se que, dentre as potenciais áreas de expansão da floresta sobre os campos originados no período glacial, somente as áreas hidromórficas não estão aptas a serem ocupadas pela Floresta com Araucária. A  paisagem da Serra Catarinense, especialmente na área de estudos, é uma Paisagem Cultural, cuja gênese e formação são determinadas por um conjunto de fatores, desde os muito antigos até os mais recentes de sua história. O manejo das paisagens culturais, em geral, deve contemplar cuidadosamente o equilíbrio entre o meio ambiente e a identidade cultural.
            Pelo exposto, a paisagem veio se transformando há tempos muito remotos, por transformação ativa das populações, as quais imprimiram suas características próprias e gravaram suas marcas culturais. O fato de que o homem está se retirando do sistema produtivo agropecuário extensivo, tem levado a floresta a expandir-se, mas leva também ao enfraquecimento das relações sociais e à concentração urbana. Na região, a sociedade atual está em transformação, e novas formas de uso e ocupação do solo têm se estabelecido, promovendo nova dinâmica na paisagem.


Mais detalhes do trabalho podem ser lidos na Biblioteca Digital Florestal, clicando aqui.


Fonte: Marina Lotti e Josiane Almeida - BIC: Biblioteca Digital Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

24/08/2019 às 09:38

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2742 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey