Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


04/01/2006

Decálogo sobre o setor florestal brasileiro

Os 10 pontos do setor florestal

1 - O Brasil apresenta políticas públicas florestais voltadas à preservação, conservação e produção.

2 - Os principais instrumentos usados para implementação são o Código Florestal, o Sisnama e o Snuc. O arcabouço legal do Sisnama (Sistema Nacional do Meio Ambiente), envolve legislações e entidades federais, estaduais e municipais, que se interagem suplementarmente, segundo o Pacto Federativo. O Snuc (Sistema Nacional de Unidades de Conservação) se constitui no mais importante instrumento para criação de parques, reservas biológicas, florestas nacionais, estaduais e outras áreas para serem protegidas.

3 - Todos os ecossistemas brasileiros são objetos de grande preocupação do Governo Brasileiro. O bioma mais afetado, em função da localização e da forte relação com o desenvolvimento econômico do País, é a Região da Mata Atlântica, mas que já se constitui no bioma mais protegido, onde praticamente é proibido desmatar. Os demais biomas como o Cerrado, Caatinga, Campos Gerais no sul, Pantanal e Região Amazônica, também possuem legislações específicas procurando a ordenação e o uso racional dos recursos naturais.

4 - Pela dimensão continental do País, nos últimos anos, um grande esforço tem se concentrado nas atividades de monitoramento e controle dos biomas brasileiros e para isso um intenso trabalho tem se desenvolvido para aparelhar os órgãos de licenciamento e fiscalização. O ponto mais importante, e que, na verdade, se constitui num marco nessa grande preocupação nacional, foi a instituição da Lei de Crimes Ambientais, que pune exemplarmente, os que desrespeitam o meio ambiente.

5 - O Governo Brasileiro está convencido também, de que somente com restrições, vai ser impossível proteger satisfatoriamente as florestas, a fauna, enfim toda nossa rica biodiversidade. Nesse sentido, estão sendo criados mecanismos legais que permitem à sociedade o uso racional desse extraordinário potencial natural. As mais recentes iniciativas dizem respeito às Leis da Biodiversidade, da Biossegurança, de Acesso aos Recursos Naturais e a de Gestão de Florestas Públicas. Esses instrumentos legais, ainda em amplo processo de discussão junto à sociedade, deverão significar avanços expressivos na direção do desenvolvimento florestal sustentável do Brasil.

6 - Com respeito ao processo produtivo os objetivos estão voltados à produção de madeira de florestas naturais e de plantadas e aos produtos não madeireiros, além da exploração racional de uma infindável relação de riquezas da biodiversidade.No entanto, o grande destaque em termos econômicos, ainda é representado pela produção de madeira.

7 - A produção de madeiras originadas da Região Amazônica, com certeza, estará sob controle, através da Lei de Gestão de Florestas Públicas, em fase final de discussão no Senado e que cria também o Serviço Florestal Brasileiro e o Fundo Nacional para o Desenvolvimento Florestal. Será um marco na história do setor florestal e um passo importantíssimo para projetar o país no mercado internacional de madeiras tropicais de forma sustentável.

8 - Com respeito aos programas de florestas plantadas o Brasil está implementando políticas que respeitam as seguintes premissas: reflorestar sem desmatamento, utilizando-se de áreas degradadas; integração do pequeno produtor rural ao processo produtivo; evitar competição e ocupação de áreas agrícolas para evitar êxodo rural e marginalização de culturas regionais e uso múltiplo da madeira para promover arranjos produtivos locais, tendo a madeira de florestas plantadas como pólo de convergência de interesses diversos.

9 - Essas premissas que devem direcionar as ações de governos e de empresas garantirão ao Brasil condições de aumentar de forma significativa a base de florestas plantadas, de assegurar o contínuo crescimento das indústrias, tanto para o abastecimento do mercado interno, quanto para aumentar a participação brasileira no mercado internacional.

10 - O Brasil está amadurecido para se tornar, num prazo relativamente curto, um grande país produtor de madeiras e produtos derivados da floresta, dentro dos princípios do desenvolvimento sustentável. A grande prova dessa arrojada meta é o aumento expressivo dos processos de certificação florestal no Brasil. A certificação florestal é o compromisso que empresas, governo e sociedade fazem para garantir, que as atividades florestais naturais ou plantadas se dêem de acordo com princípios que valorizam continuamente os aspectos tecnológicos, econômicos, sociais e ambientais.


Fonte: Sociedade Brasileira de Silvicultura - SBS



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

14/12/2019 às 12:48

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


963 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey