Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


18/02/2011

Custos e Rendimentos de Sistemas Agroflorestais na Zona da Mata Mineira.

Uma alternativa para o desenvolvimento da Zona da Mata mineira é a utilização de sistemas agroflorestais.

As monoculturas sucessivas provocaram uma queda da fertilidade natural dos solos na Zona da Mata - MG e, em conseqüência disso, uma baixa produtividade por área cultivada. Sendo assim, uma alternativa para o desenvolvimento da Zona da Mata mineira é a utilização de sistemas agroflorestais. Esses sistemas têm despertado interesse devido à necessidade de implantação de projetos que busquem conciliar o desenvolvimento econômico com a redução de impactos ambientais.

A tese de doutorado em Ciências Florestais da UFV de Sidney Araújo Cordeiro teve por objetivo realizar um levantamento dos custos de sistemas agroflorestais, verificando a importância da participação dos componentes agrícola, florestal e animal, na Zona da Mata mineira, bem como simular situações com melhor rentabilidade destes sistemas. Os custos de produção do sistema agroflorestal foram comparados com o monocultivo do eucalipto. Realizou-se uma análise financeira mediante os métodos de avaliação de projetos florestais, Valor Presente Líquido (VPL), Taxa Interna de Retorno (TIR), Valor Anual Equivalente (VAE) e Razão Benefício / Custo (B/C).

O número de árvores no sistema agroflorestal influencia significativamente o retorno financeiro do investimento. O plantio do eucalipto no espaçamento 14m x 2m, com 357 mudas por hectare, apresentou um Valor Presente Líquido de R$ 6.319,96 por hectare, significando que esse sistema agroflorestal é viável economicamente. Os demais critérios de análise financeira também indicaram viabilidade, a TIR foi de 23%, o BPE foi de R$ 800,31 e a Razão Benefício / Custo igual a 1,39.

Segundo o Professor Márcio Lopes da Silva, do Departamento de Engenharia Florestal da UFV, orientador da pesquisa, embora o monocultivo de eucalipto seja mais rentável, na medida em que se aumenta o espaçamento de plantio das árvores de eucalipto, tem-se um aumento da área disponível para plantio de milho e criação de gado, gerando condições do produtor rural obter rendas a curto prazo, o que não seria possível se toda a área fosse plantada com eucalipto.
 


Fonte: Cleverson de Mello Sant’Anna, em 18/02/2011 para o CIFlorestas



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (3)


Cleverson de Mello Sant'Anna disse:

28/02/2011 às 08:59

Caro Mauro, creio que o livro a que o Robson se referiu é o Sistema Agrossilvipastoril que está anunciado em um banner amarelo nesta página do CIFlorestas. Clique no banner e saiba como adquirir o livro.

Mauro disse:

23/02/2011 às 07:11

Caro Ribson, tenho interesse nesta pesquisa, qual o nome do livro e editora?

ROBSON disse:

19/02/2011 às 15:23

estão de parabéns todos que participaram deste trabalho de tese de doutorado e na confecção de um livro muito bom, didático e interessante, já adquiri um exemplar e recomendo.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


5168 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey