Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


28/01/2011

Cientistas desenvolvem programa que faz plantas detectarem bombas

Folhas mudam de cor na presença de substâncias químicas de explosivos e poluentes.

A professora June Medford, em conjunto com sua equipe, "ensinou" as proteínas das plantas a mudar de cor na presença de produtos químicos

Elas nos fornecem alimentos, agradam o olhar e agora podem até salvar nossas vidas. Cientistas da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, desenvolveram plantascapazes de detectar substâncias químicas como as debombas e poluentes. 

A ideia funciona porque as proteínas receptoras do DNA da planta reagem naturalmente a estímulos ameaçadores, liberando substâncias chamadas de terpenoides para engrossar a cutícula da folha, alterando sua cor. A reação serviu de base para a pesquisa realizada em parceria com oPentágono, sede do Departamento de Defesa americano. 

A professora June Medford, em conjunto com sua equipe, "ensinou" essas proteínas das plantas a mudar de cor na presença de produtos químicos. O trabalho é feito com a ajuda de um programa de computador que manipula o mecanismo de defesa natural das plantas, levando seusreceptores a reagir a elementos nocivos de explosivos e poluentes presentes no ar e na água. 

A planta detecta a substância e ativa um sinal interno que faz com que as folhas verdes fiquem brancas. Segundo Medford, as habilidades de percepção dessas plantas são semelhantes ou até melhores que as dos cachorros.

De acordo com a pesquisadora, os resultados da pesquisa podem ajudar a melhorar a segurança de aeroportos, centros de compra e arenas esportivas, além de contribuir para que qualquer pessoa possa identificar se uma água é imprópria para consumo, por exemplo. 

Os cientistas receberam recentemente uma verba de cerca de R$ 13 milhões (US$ 7,9 milhões) da Agência de Redução de Ameaças dos Estados Unidos, órgão do Departamento de Defesa, para adaptar a descoberta ao “mundo real”, segundo informações do jornal Daily Mail.


Fonte: Globo Rural Online



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

07/07/2020 às 03:35

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2055 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey