Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Notícia>>CE apresenta primeiros detalhes para fortalecer EU ETS

Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


27/07/2012

CE apresenta primeiros detalhes para fortalecer EU ETS

Comissão Europeia revelou um pouco do que pretende fazer para lidar com o excesso de permissões disponíveis no esquema de comércio de emissões e consegue boas reações de especialistas no mercado

proposta da comissão é esclarecer a Diretiva que comanda o Esquema de Comércio de Emissões da União Europeia (EU ETS) em alguns pontos relacionados ao calendário dos leilões de permissões de emissão (EUAs, em inglês) e criar a possibilidade de remarcá-los quando necessário. 

Durante a terceira fase (2013-2020) do EU ETS, principal ferramenta do bloco europeu para cortar as emissões de gases do efeito estufa de cerca de 11 mil instalações, grande parte das EUAs serão leiloadas e não mais ofertadas gratuitamente, como até agora. A comissão sugeriu adiar a entrada no mercado das unidades que seriam disponibilizadas através dos leilões no período 2013-2015.

Connie Hedegaard, Comissária de Mudanças Climáticas da União Europeia,  disse que as medidas em curto prazo melhorarão o funcionamento do mercado. Porém, salienta que para que possam entrar em vigor antes da terceira fase, é preciso vontade política.

"Agora cabe ao parlamento europeu e aos países membros decidirem. Após o recesso de verão, a comissão também finalizará as opções para medidas estruturais de longo prazo", completou.

Na quarta-feira, a comissão também divulgou e submeteu ao Comitê de Mudanças Climáticas uma minuta contendo emendas para as regras dos leilões (interessados podem opinar clicando aqui). O objetivo é angariar opiniões dos países membros também sobre o volume de permissões cujo leilão deve ser adiado, sendo que as analises da comissão sugerem entre 400 milhões e 1,2 bilhões.

Apesar da discussão neste ponto prometer ser longa e complexa, a decisão precisa ser aprovada por maioria qualificada, portanto, impede que poucos países consigam barrar um acordo sobre a questão do volume.

Além da venda de mais da metade das permissões de emissão em leilões, a terceira fase do EU ETS também traz outras novidades, como a transição da contabilização das emissões por país para um único sistema abrangendo toda a União Europeia, onde o limite de emissões será determinado por setor econômico e a harmonização das regras de alocação gratuita das permissões através do estabelecimento de benchmarks para todo o bloco.

Valores

O objetivo das propostas da comissão é melhorar o funcionamento do mercado, mas não aumentar os preços. Porém, em comparação com um cenário onde nada fosse feito, o perfil de preços deve permanecer mais constante ao longo da terceira fase, sendo que analistas do mercado confirmam que o aumento nos preços em curto prazo deve ser limitado se não houver também mudanças estruturais no EU ETS, explicou a comissão.

Para a Thomson Reuters Point Carbon, a proposta da comissão pode contribuir na melhoria dos preços do carbono.

"Se houver um acordo sobre o adiamento e cancelamento da ordem de 800 milhões de permissões, que acreditamos que seja o limite do que é politicamente viável, presumimos que os preços do carbono podem aumentar em média até €6/t entre 2013-2020 em comparação com os níveis atuais", comentou Marcus Ferdinand, analista sênior da empresa. Caso não haja apoio político suficiente para a intervenção, os valores provavelmente entrariam em colapso, completou.

Ele explica que é difícil prever valores já que ainda existem dúvidas não apenas em relação ao volume adiado, mas também da quantidade de permissões que eventualmente serão canceladas e também do calendário dessas medidas. No caso do cancelamento, outro processo legislativo seria necessário, algo que não deve ser concluído até 2014, notou Ferdinand.

"Surpreendentemente, a Comissão propôs que as permissões não sejam reinjetadas antes de 2018 pelo menos, o que deixa mais tempo para que a decisão final sobre o cancelamento seja tomada", comemorou.

Ferdinand se mostrou muito otimista quanto ao posicionamento da comissão, elogiando que o documento é muito mais "substancial do que o esperado, mostrando que apensar de alguma oposição ao fortalecimento do mercado, a comissão parece muito ávida a passar um sinal de que está preparada para agir".


Fonte: http://www.institutocarbonobrasil.org.br/mercado_de_carbono1/noticia=731284



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/10/2018 às 20:46

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1193 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey