Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


11/11/2010

Carvão vegetal não é carga perigosa

O carvão não está mais incluído entre as cargas perigosas de transporte brasileiro.

O carvão não está mais incluído entre as cargas perigosas de transporte brasileiro. Isso graças ao estudo desenvolvido pela Cientec que constatou através de amostras de eucalipto que o ponto de queima do carvão é de cerca de 450º C.

O deputado estadual do Rio Grande do Sul Paulo Azeredo, explica que a liberação é válida para todo o território brasileiro e normatizado pela ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre), porém alguns estados ainda não admitiram a desobrigação das leis impostas anteriormente.

Azeredo explica ainda que antigamente a resolução da ONU (Organização das Nações Unidas) dizia que o carvão considerado mineral na época era sujeito a combustão espontânea desde que submetido a ações adversas (empilhado, úmido, pressionado ou em ambiente com gás), no entanto a pesquisa da Cientec desmentiu este mito.

Para conferir a entrevista na íntegra clique aqui.


Fonte: Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (2)


eduardo disse:

22/01/2013 às 21:51

Parece até brincadeira, será que nenhum desses que dizem que carvão vegetal e combustão espontania nunca tentaram ascender uma churrasqueira, pois se fosse combustão espontanea não precisaria de chumaços de papel umidecidos com alcool, oleo ou qualquer combustível. Queria colocar a disposiçao a alguma autoridade uma carga de carvao vegetal e uma caixa de fosforos e pedir para que ela provocasse fogo nessa carga com simples palitos de fosforos.

MARCELIO N FERNANDES disse:

06/07/2011 às 09:33

correto a Lei tem que ser regulamentada em todos os estados, porque uns dias atras saimos de Formoso do Araguaia - TO, com destino a Sete Lagoas - MG, fomos multados por passar dentro de brasilia por não ter altorização do estado poara transportar cargas perigosa que seria o carvão.
Ficamos bastante tristes, porque brasilia deveria ser uma das primeiras a adotoar esta resolução. Procuramos a ANTT lá em brasilia nem os propríos funcionários daquelas repartição sabiam falar sobre o assunto nem quem fazia o análise técnico do carvção. e também na ANTT fala que a maioria dos produtores de carvão sao de pequenos produtores e que uma só declaração o isentava desta multa.
Continuamos a trabalhando mas um pouco assustado por não adarmos seguros de que a qualquer momento podemos ser multados novamente.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


13786 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey