Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


12/12/2012

Brasil registra queda na produção madeireira extrativista, aponta IBGE

Embora a produção de madeira em tora tenha apresentado aumento de 11,5%, de 2010 para 2011, dos cinco produtos madeireiros do extrativismo, quatro apresentaram decréscimo no ano passado

A maior queda foi do pinheiro-brasileiro nativo, cuja retração chegou a 15,8%. Em seguida, vem o carvão vegetal, com variação de -10,1%; nó de pinho, com retração de 3,7%; e lenha, com queda de 1,7%.

Os dados fazem parte da pesquisa Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura – Pevs, que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou na quinta-feira (6). O levantamento foi feito em todos os municípios brasileiros e traz informações sobre 38 produtos oriundos do extrativismo vegetal e sete da silvicultura.

A pesquisa atribui a queda à demanda industrial, ao preço, à disponibilidade de mão de obra na coleta de determinados produtos e à atuação de órgãos de controle ambiental e fiscalizadores, “que ora liberam a abertura de áreas para agricultura, ora intensificam a fiscalização, aplicando multas e fechando serrarias e carvoarias, além das condições climáticas”, como fatores que explicam as oscilações da produção do extrativismo vegetal. “Por isso é comum serem observadas flutuações expressivas da produção”, justifica o Instituto.

O estudo indica, por outro lado, que entre os produtos extrativos não madeireiros 16 apresentaram aumento de produção, na comparação com o ano de 2010. Os aumentos percentuais mais expressivos ocorreram nas produções de sementes de oiticica (73%); frutos de açaí (73,1%); e outras fibras (456,9%). A variação expressiva das fibras deve-se à extração de uma palmeira nativa do cerrado, denominada amarelinho, utilizada na confecção de vassouras.

Dos sete produtos investigados oriundos da silvicultura, apenas as produções de cascas de acácia-negra e de folhas de eucalipto apresentaram decréscimo (1,5% e 41,4% respectivamente).


Fonte: portaldoagronegocio.com.br



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

30/09/2020 às 03:12

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1582 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey