Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


23/11/2010

Brasil pode ser o próximo fornecedor de borracha natural do mundo

O representante do Portal Assisthe, Marco Cerqueira encerrou a rodada de palestras desta manhã do 2º Seminário Plantar Florestas é um Bom Negócio! Eucalipto e Seringueira, que segue até essa quarta-feira (24).

Com o tema mercado de seringueira e novas tecnologias, Marco inicia sua apresentação fazendo um alerta aos novos produtores, “as pessoas que desejam entrar no negócio devem primeiro conhecer como funciona a cadeia, desde os fornecedores de insumo, passando pelos produtores, depois pelas usinas de beneficiamento até chegar à usina final”, declara.

A borracha natural é utilizada na fabricação de preservativos, na indústria médica e automobilística. Na Ásia, principal continente produtor a madeira também é bastante comercializada na construção civil, para pisos, revestimentos em azulejos e painéis que podem substituir os de MDFs. Só a Malásia fatura cerca de 2 bilhões por ano apenas com a exploração da madeira de seringueira que é comercializado entre US$50 e US$ 220 por m³. 

Os países asiáticos juntos produzem 93% da borracha consumida no mundo, porém eles também são os principais consumidores, são responsáveis por 70% do total produzido. “O governo asiático incentiva a cultura dos seringais replantados, já depois da primeira sangria o produtor extrai a árvore e vende a madeira”, explica Cerqueira.

A Tailândia, Malásia e Indonésia são responsáveis por 70% da produção mundial, porém não existe nenhum grande produtor. “È um trabalho de formiguinha, explica Marco, tem produtor que possui apenas 300 árvores, mas é de pouco em pouco que esses países garantem essa produção astronômica”, declara o palestrante.

O Brasil possui 150 mil hectares de área plantada com seringueira, cerca de 6 bilhões da espécie. Porém esse número é insuficiente para manter o consumo do País e para repor a depreciação das árvores. Para o Brasil se tornar auto-suficiente, o País teria que plantar pelo menos 10 vezes mais do que se planta atualmente.

O Brasil é hoje o principal produtor da América Latina, mas se comparado a padrões mundiais, o País é responsável apenas por 1,2% da produção mundial. “Infelizmente não somos os atores principais dessa cena, por isso não ditamos regras, apenas acompanhamos o que nos é imposto pelo mercado asiático”, revelou Marco Cerqueira.

Para Marco o principal problema que afeta a produção brasileira é a do produtor não reconhecer que a cultura do seringal é a longo prazo, e a medida que o mercado aquece os produtores investem no plantio, e quando o preço cai recuamos a produção, sem pensar que esta indústria é rentável em 10 anos.

Cerqueira acredita que o mercado asiático embora muito aquecido no momento, não possui mais área livre para plantio. “A tendência é de que o Brasil seja o principal fornecedor de borracha natural nos próximos 20 ou 30 anos e para suprir essa demanda teremos que plantar 16 bilhões de pés”, conclui.


Fonte: Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

12/08/2020 às 08:27

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


3115 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey