Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


26/02/2014

Brasil exportou US$ 3,666 bilhões na terceira semana de fevereiro

Importações foram de US$ 4,312 bilhões no período

Brasil exportou US$ 3,666 bilhões na terceira semana de fevereiro

As exportações brasileiras, na terceira semana de fevereiro (17 a 23), com cinco dias úteis, foram de US$ 3,666 bilhões (média diária de US$ 733,2 milhões). O resultado está 1,6% superior à média de US$ 721,4 milhões, registrada até a segunda semana do mês. Houve incremento nas exportações de produtos manufaturados (9,5%), principalmente, de autopeças, automóveis de passageiros, suco de laranja congelado, motores para veículos e partes, açúcar refinado, e veículos de carga. Por outro lado, decresceram as vendas de semimanufaturados (-19,6%), por conta de celulose, ferro-ligas, couros e peles, ouro em forma semimanufaturada, ferro fundido e alumínio em bruto. Os produtos básicos também tiveram queda (-1,7%), em razão de minério de ferro, e carne bovina, de frango e suína.
 
As importações, no período, contabilizaram US$ 4,312 bilhões, com desempenho médio diário de US$ 862,4 milhões. Houve retração de 6,8% sobre a média verificada até a segunda semana (US$ 925,5 milhões), que se explica, principalmente, pela diminuição nos gastos com equipamentos mecânicos, veículos automóveis e partes, químicos orgânicos e inorgânicos, plásticos e obras, e siderúrgicos.
 
Na terceira semana de fevereiro, o saldo comercial ficou deficitário em US$ 646 milhões, com desempenho médio diário negativo de US$ 129,2 milhões, e a corrente de comércio somou US$ 7,978 bilhões, com resultado médio por dia útil de US$ 1,595 bilhão.
 
Mês 

Nos 15 dias úteis de fevereiro, as exportações foram de US$ 10,880 bilhões, com média diária de US$ 725,3 milhões. Pela média, houve redução de 16% em relação a fevereiro de 2013 (US$ 863,8 milhões). Houve queda nas três categorias de produtores. Nos básicos (-20,4%), houve retração, principalmente, em milho em grão, petróleo em bruto, farelo de soja, fumo em folhas, carne de frango e suína, e minério de ferro. Para os semimanufaturados (-16,8%), o declínio foi mais expressivo para ouro em forma semimanufaturada, celulose, semimanufaturados de ferro e aço, açúcar em bruto, e ferro fundido. Entre os manufaturados (-14,2%), houve recrudescimento, especialmente, nas vendas de açúcar refinado, automóveis de passageiros, óxidos e hidróxidos de alumínio, autopeças, veículos de carga, motores para veículos e partes, e pneumáticos.
 
Na comparação com o resultado diário do mês de janeiro passado (US$ 728,5 milhões), as exportações diminuíram 0,4%, com redução nas vendas de semimanufaturados (-13,9%) e básicos (-0,5%), enquanto cresceram as vendas de manufaturados (3,8%).
 
As aquisições no exterior, em fevereiro, estão em US$ 13,567 bilhões, com média diária de US$ 933,6 milhões. O resultado está 3,3% abaixo da média de fevereiro do ano passado (US$ 934,9 milhões), com baixa, principalmente, nos gastos com adubos e fertilizantes (-45,8%), equipamentos mecânicos (-11,8%), borracha e obras (-10,5%), veículos automóveis e partes (-9,8%), farmacêuticos (-6,7%), siderúrgicos (-6,1%), e químicos orgânicos e inorgânicos (-5,8%).
 
Sobre o resultado verificado em janeiro passado (US$ 934,9 milhões), houve queda de 0,9% nas importações, ocasionada por maior redução nas compras de adubos e fertilizantes (-25,4%), aparelhos eletroeletrônicos (-7,1%), borracha e obras (-6,2%), veículos automóveis e partes (-6,1%), plásticos e obras (-4,9%), químicos orgânicos e inorgânicos (-4,4%), e equipamentos mecânicos (-4,1%).
 
A balança registra déficit no mês de US$ 2,687 bilhões (média diária negativa de US$ 179,1 milhões). A corrente de comércio, no acumulado mensal, está em US$ 24,447 bilhões, com desempenho médio diário de US$ 1,629 bilhão.
 
Ano 

De janeiro à terceira semana de fevereiro deste ano (37 dias úteis), as vendas ao exterior somaram US$ 26,906 bilhões (média diária de US$ 727,2 milhões). Na comparação com a média diária do período correspondente de 2013 (US$ 755,5 milhões), as exportações decrescem 3,7%. As importações foram de US$ 33,651 bilhões, com média diária de US$ 909,5 milhões. O valor está 0,6% acima da média registrada no período equivalente de 2013 (US$ 903,9 milhões).
 
No acumulado do ano, há déficit na balança comercial de US$ 6,745 bilhões, com o resultado médio diário negativo de US$ 182,3 milhões. Nos dias correspondentes de 2013, houve déficit de US$ 4,602 bilhões, com média negativa de US$ 148,5 milhões. A corrente de comércio totaliza, em 2014, US$ 60,557 bilhões, com média diária de US$ 1,636 bilhão. O valor é 1,4% menor que a média aferida no período equivalente do ano passado (US$ 1,659 bilhão).


Fonte: Portal Moveleiro



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/06/2019 às 14:57

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1262 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey