Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


17/09/2010

Arcelor deve dobrar produção de carvão em cinco anos

A ArcelorMittal Brasil S/A aumentará a produção de carvão vegetal em 116% até 2015.

Produção passará de 2,4 milhões de metros cúbicos/ano para 5,2 milhões.

A ArcelorMittal Brasil S/A aumentará a produção de carvão vegetal em 116% até 2015. A produção atual da empresa é de 2,4 milhões de metros cúbicos/ano. Nos próximos cinco anos deverá alcançar 5,2 milhões de metros cúbicos.
A companhia segue a tendência do setor siderúrgico que vem investindo na produção de insumos para atender a produção de aço e evitar exposição à oscilação de preços de matérias-primas.

O insumo produzido pela subsidiária ArcelorMittal BioEnergia abastece os dois altos-fornos da planta de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, e um equipamento da ArcelorMittal Inox Brasil (Acesita), em Timóteo (Vale do Aço). Além disso, produtores independente de ferro-gusa, que fornecem o insumo para a companhia, também são abastecidos pelo carvão produzido pela Arcelor.

O grupo siderúrgico também deverá até o próximo ano adaptar o alto-forno 2 da Acesita para a utilização do carvão vegetal. Os investimentos estimados no empreendimento são de US$ 95 milhões. A ArcelorMittal possui uma área de aproximadamente 170 mil hectares de florestas plantadas de eucalipto entre Minas Gerais e Bahia.

Preços - Com os investimentos, a Arcelor ficará menos exposta ao incremento nos preços do carvão mineral, cerca de 75% em 2010. A alta do insumo, aliada ao minério de ferro, vem reduzindo as margens de lucro dos grupos siderúrgicos no Brasil, que estão registrando lenta recuperação.
A Arcelor possui plano de aportes da ordem de US$ 1,2 bilhão no Estado. A usina de João Monlevade (Vale do Aço), que hoje tem capacidade para 1,2 milhão de toneladas de aço bruto por ano será ampliada para 2,4 milhões.

Para a duplicação, será necessária a construção de uma nova sinterização, com que irá produzir 2,3 milhões de toneladas anuais, um novo alto-forno com capacidade de 1,12 milhão de toneladas que vai dobrar a produção de ferro-gusa e ainda uma terceira linha de laminação (1,15 milhão de toneladas/ano).
O complexo siderúrgico também vai dobrar a produção da aciaria, que atingirá após as inversões 2,4 milhões de toneladas de tarugos por ano. No pico dos trabalhos as obras vão exigir a contratação de 6 mil trabalhadores.


Fonte: Jornal Diário do Comércio - Adaptado por Painel Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

25/09/2020 às 09:41

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


2233 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey