Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


18/09/2012

Arauco vê espaço para aumento de preço de celulose na China; lucro do segundo tri sofre queda

A avaliação foi feita pelo diretor financeiro da empresa, Gianfranco Truffello, em conferência com analistas

A chilena Arauco espera que os preços de celulose aumentem no terceiro trimestre, em especial os de fibra longa, que caíram bastante na China ao longo do primeiro semestre. A avaliação foi feita pelo diretor financeiro da empresa, Gianfranco Truffello, em conferência com analistas. "Vamos incrementar o preço da celulose branqueada de fibra longa (BSK) em US$ 10/t em setembro, no mercado chinês. Mas ainda vemos fraca demanda em mercados como a Europa, sem sinal de recuperação", disse.

O executivo assinalou que a demanda foi mais baixa durante o verão do Hemisfério Norte, com reduções nas cotações de fibra virgem em julho e agosto devido aos altos estoques. "Mas isso está mudando neste mês", reiterou. A empresa vai elevar o preço de BSK em US$10/tonne para US$ 610-620/t no mercado chinês e pretende analisar incrementos para a fibra curta. A tarefa, porém, será mais difícil, já que a diferença de preço entre as duas fibras está muito pequena.

"Acreditamos que setembro será um bom período de venda de celulose. Os traders na China estão recuperando os negócios", avaliou Truffello. No segundo trimestre, a Arauco registrou uma produção de celulose de mercado de 736 mil toneladas, em linha com o ano anterior, mas 4,1% inferior ao praticado no primeiro trimestre deste ano. A redução foi creditada a paradas programadas nas plantas de Constitución e Licancel que foram conduzidas, respectivamente, em maio e abril. No período, a divisão de celulose da companhia representou 49% das vendas que totalizam cerca de US$ 1 bilhão.

O lucro líquido despencou 65,3% para US$ 63,5 milhões; já o EBITDA diminuiu 36,4%, totalizando US$ 229,4 milhões. O primeiro resultado se deveu à queda nas margens brutas da empresa.

Por Fernanda Belchior, Editora de Notícias Sênior, PPI América Latina, fbelchior@risi.com.

Esta reportagem é conteúdo da PPI América Latina, uma publicação da RISI que cobre os mercados e preços de celulose e papel na América Latina. Se você tem interesse em receber a PPI América Latina, envie um email para ppila@risi.com ou acesse http://www.risiinfo.com.br




Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

20/03/2019 às 13:22

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1477 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE   |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey