Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


24/11/2014

Agrupamento das Unidades de Trabalho, da Unidade de Produção Anual, em classes homogêneas de estoque volumétrico

Artigo submetido à Revista Árvore, Viçosa-MG, v.38, n.3, p.533-541, 2014, de autoria de Agostinho Lopes de Souza, Rodrigo Marques de Medeiros, Luiz Marcos Silva Matos, Kátia Regina Silva, Perez Alves Corrêa e Felipe Nascimento de Fari, relata sobre a Estratificação volumétrica por classes de estoque em uma Floresta Ombrófila Densa, no município de Almeirim, estado do Pará, Brasil.

Foto ilustrativa - Google

            No Brasil, o plano de manejo florestal sustentável (PMFS) é o instrumento básico para gestão sustentável das florestas. A vocação natural e legal para a produção florestal no bioma Amazônia, com cerca de 354.626.516 ha de florestas naturais, é o manejo florestal sustentável, visto que, além de 10,9 milhões de ha de unidades de conservação de uso sustentável, têm que ser mantidos, a título de reserva legal, 80 % da área total de cada propriedade privada.
            Enquanto os estoques mundiais de madeira de florestas nativas estão em declínio, os estoques de madeira de florestas plantadas estão crescendo. Decresce a demanda por produtos florestais madeireiros e não madeireiros sem origem legal e insustentável e cresce a adesão de consumidores por produtos legal, sustentável e, sobretudo, com certificação de manejo e de cadeia de custódia.
            Este estudo, publicado pela Revista Árvore, teve como objetivos agrupar as Unidades de Trabalho (UT) da Unidade de Produção Anual (UPA) em classes homogêneas de estoque volumétrico e analisar a composição florística, a diversidade e as estruturas horizontal e diamétrica, por classe de estoque. Os dados procederam do inventário de prospecção, ou censo, com mapeamento de árvores pré-comerciais e potencialmente comerciais e foram disponibilizados, mediante convênio, pela Orsa Florestal. A área de estudo localiza-se no Município de Almeirim, Estado do Pará. No Censo foram consideradas 469 UTs (250 x 400 m), perfazendo 4.690 ha e 191.640 árvores com DAP maior que 35,0 cm. Foram utilizadas análises de agrupamento (método de Ward ) e discriminante (método de Fisher ) e obtidas três classes de estoque, ou classes de produtividade.
            A riqueza e diversidade de espécies arbóreas com DAP maior que 35 cm da UPA, respectivamente, 540 espécies e 4,52 nats/indivíduo, foram muito elevadas, porém realísticas, por se tratar de um censo. A intensidade de corte pode ser ordenada pela capacidade produtiva de cada UT e, dessa forma, resultar em colheitas de mínimo impacto ambiental, se comparada com a máxima intensidade de corte de 30 m/ha  com ciclo de corte inicial de 35 anos para plano de manejo florestal sustentável pleno. As parcelas permanentes também puderam ser distribuídas por classes de produtividade, reduzindo custos e aumentando a precisão das estimativas de crescimento da floresta manejada.

Acesse o link da Biblioteca Digital Florestal e saiba mais sobre esse trabalho:
http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/10492

 


Fonte: Marina Lotti e Ana Teresa Leite - BIC: Biblioteca Digital Florestal



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

24/08/2019 às 11:26

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1772 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey