Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


11/06/2014

Agronegócio brasileiro é sustentável

Por Assessoria de imprensa
A presidente da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), senadora Kátia Abreu, destacou nesta segunda-feira, que o Brasil já cumpriu 88% da meta de redução do desmatamento para 2020, estabelecida na Conferência do Clima de Copenhague em 2009, o que, segundo ela, comprova a sustentabilidade do agronegócio brasileiro. Em palestra sobre “Código Florestal: preservação e progresso”, no Fórum de Sustentabilidade promovido pelo jornal Folha de S. Paulo, a senadora disse que o país está em situação confortável em termos ambientais, pois restam apenas 12% a cumprir do compromisso internacional, nos próximos seis anos.
 
"Preservamos 61% de todos os biomas de forma original. Mesmo sem saber, criamos a poupança verde”, afirmou a presidente da CNA, referindo-se às exigências do novo Código Florestal, considerado o mais rigoroso do mundo.  “Enquanto, entre 1976 a 2013, a área plantada aumentou quase 43%, a produtividade avançou mais de 178%", completou, ao lembrar que, no mesmo período, a produção agrícola cresceu 298,72%, sustentada pela tecnologia agropecuária.
 
Para se ter uma ideia do esforço do agricultor brasileiro para produzir mais, usando menos terra, a senadora calculou que, mantidos os índices de produtividade das lavouras registrados em 1976, seria necessário cultivar uma área de 148,6 milhões de hectares para produzir a atual safra de grãos e fibras. "Se estivéssemos produzindo da mesma maneira, precisaríamos de três vezes mais área plantada”, afirmou.
 
E o compromisso dos agricultores com a produção sustentável não para aí, uma vez que a FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) estabeleceu papel de destaque para o Brasil na segurança alimentar mundial. O país precisará aumentar em 40% sua produtividade para ajudar a alimentar uma população de 9,1 bilhões de habitantes até 2050.
Segundo a presidente da CNA, é possível produzir mais, preservando o meio ambiente e sem abrir novas áreas de produção. O segredo é repassar tecnologia ao pequeno produtor rural, das classes D e E, que respondem por apenas 7,6% da produção nacional, embora detenham 70% das áreas agrícolas.
 
A senadora também enfatizou a importância do setor agropecuário para a economia nacional. “Se não fosse o agronegócio, teríamos uma balança comercial com bastante dificuldade. Produzimos um quarto do PIB nacional", afirmou. O agronegócio é responsável por 41% das exportações e por 37%  dos empregos com carteira assinada no país”


Fonte: CNA



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

22/09/2019 às 06:03

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1078 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey