Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


10/06/2009

Abimóvel Entra em Acordo com Governo Argentino

Após quatro rodadas de negociações com a Argentina em busca de uma solução para a retomada do fluxo do comércio bilateral e das barreiras argentinas contra os produtos brasileiros, os empresários dos dois países se reuniram quinta-feira, (4/6), em Buenos Aires e conseguiram fechar um acordo para a retomada das exportações.

Após quatro rodadas de negociações com a Argentina em busca de uma solução para a retomada do fluxo do comércio bilateral e das barreiras argentinas contra os produtos brasileiros, os empresários dos dois países se reuniram quinta-feira, (4/6), em Buenos Aires e conseguiram fechar um acordo para a retomada das exportações. De acordo com o presidente da Abimóvel – Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário, José Luiz Diaz Fernandez, o Brasil terá uma participação nas exportações para o mercado argentino de móveis com uma cota de 65% do valor correspondente ao total dos móveis importados do Brasil em 2008 e também com a liberação imediata das licenças de importação (LI) que estão retidas pelo governo portenho.

Segundo Fernandez, a negociação foi positiva. "Com este novo cenário econômico mundial, estes valores serão importantes para mantermos parte de nossa produção para exportação e, sobretudo, gerar divisas que serão responsáveis por grande parte da manutenção dos empregos que o setor mobiliário brasileiro gera, além de recursos sociais e impostos", declarou o presidente.

A delegação brasileira foi liderada pelo secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Ivan Ramalho e contou com a participação do presidente da Abimóvel, José Luiz Diaz Fernandez e do presidente da Faima – Federacion Argentina Industria Maderera y Afins, Pedro Reyna.

As diferenças comerciais surgiram em março, quando a Argentina aplicou medidas antidumping a cerca de 200 produtos de importação, incluindo móveis. Com o novo decreto de (LI), todos os móveis só entrariam no país mediante uma aprovação não automática, ou seja, as licenças seriam emitidas manualmente. De acordo com o governo portenho, a medida serviria para proteger e incentivar a produção local, que por sua vez não tem capacidade de suprir a demanda interna. As vendas de móveis brasileiros para a Argentina caíram 52% nos primeiros dois meses deste ano. Desde a nova Licença, as exportações estão zeradas. Em 2008, a Argentina foi responsável por 12,1% das exportações de móveis brasileiros, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Um volume de negócios da ordem de US$120 milhões.


Fonte: Portal Moveleiro



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

27/09/2020 às 22:38

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1985 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey