Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


26/07/2017

Abimci anuncia que madeira serrada do Brasil terá mais cinco anos de isenção fiscal nos Estados Unidos

Na avaliação do presidente da Abimci, José Carlos Januário, a decisão é uma vitória para a indústria da madeira brasileira

José Carlos Januário é o presidente da Abimci

Após sete meses de trabalho, seguindo todos os protocolos exigidos pelo governo dos Estados Unidos, a Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada Mecanicamente (Abimci) recebeu decisão favorável do governo americano quanto ao pedido de revisão da isenção fiscal para a madeira perfilada de coníferas (HTSUS 4409.10.05) dentro do Sistema Geral de Preferência dos EUA (SGP).

Na prática, significa que as exportações brasileiras desse produto continuarão a ser realizadas para o mercado americano sem a incidência de imposto de importação por mais cinco anos. Caso não fosse obtida a renovação do benefício, a alíquota seria de 3,2% sobre o produto. O parecer foi divulgado na última sexta-feira, 30.

Na avaliação do presidente da Abimci, José Carlos Januário, a decisão é uma vitória para a indústria da madeira brasileira. "Mostra a representatividade do setor e da instituição diante de um dos nossos principais mercados compradores", afirma. A defesa apresentada pela associação baseou-se em argumentos como a importância da isenção da taxa para que pequenas e médias empresas continuem a ter acesso ao mercado norte-americano e não cessem suas atividades, garantindo a geração de empregos e renda mesmo em um momento delicado da economia brasileira.

Diante da importância dos negócios com os norte-americanos para o setor de madeira do Brasil, a Abimci tem atuado de forma intensa para criar condições mais favoráveis de geração de negócios às empresas associadas. Em visita recente aos Estados Unidos, a entidade cumpriu uma série de agendas junto ao Departamento de Comércio Americano e ao órgão responsável pela gestão do SGP. O objetivo da Associação é garantir a isonomia competitiva e acesso a esse mercado nas mesmas condições que os principais países concorrentes.

A Associação ressalta que o processo de defesa do produto brasileiro contou com apoios de instituições como Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Conselho Empresarial Brasil-Estados Unidos (CEBEU), Confederação Nacional da Indústria (CNI), empresas associadas e órgãos do governo federal.


Fonte: Abimci



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/08/2019 às 20:52

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1034 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey