Facebook Twitter RSS

Avanço e Pesquisa

Versão para impressão
A-
A+


08/12/2005

A comunicação no processo organizativo para o manejo florestal comunitário em assentamento rural

Como conciliar os objetivos de conservação e desenvolvimento sustentável com os objetivos dos comunitarios, financiadores e agentes de suporte técnicos? Este é um dos grandes desafios que se apresenta para os projetos de manejo florestal comunitario.

O apoio a iniciativas de desenvolvimento e adoção de sistemas sustentáveis de manejo florestal na Amazônia, vem sendo proporcionado pelo ProManejo, programa criado no ambito do PPG-7 (Programa Piloto de Proteção das Florestas Tropicais) e executado pelo IBAMA e Ministério do Meio Ambiente. O componente 2 - Iniciativas Promissoras, foi idealizado com o objetivo de gerar exemplos práticos de sistemas de manejo florestal , a partir da geração de experiências piloto, que contribuam para o aprendizado dos diversos segmentos envolvidos com a questão floresta.

Outra caracteristica do ProMnejo é a execução de açoes em parceria com diferentes instituiçoes publicas e privadas e com a sociedade civil organizada. Neste contexto , a Embrapa Rondônia, participa deste esforço de geração de exemplos praticos, por meio da execução do projeto "Organização comunitária em apoio ao manejo florestal em assentamento rural" o qual vem, desde o mês de julho 2005, sendo desenvolvido junto aos produtores do assentamento Nilson Campos, em Jacy-Paraná.

O objetivo principal do projeto é dar apoio ao processo organizativo e promover o intercambio entre grupos comunitarios interessados em implmentar o manejo florestal comunitario. Para isso vem sendo desenvolvido um programa socio-educativo, que compreende ações de sensibilização , capacitação,planejamento e difusão.

Na etapa de sensibilização, realizada no período de julho a setembro de 2005, foram realizadas três oficinas de sensibilização, as quais funcionam como um espaço comunicacional de discussão e geração de informações, bem como de reflexão sobre a realidade local, no que diz respeito aos conflitos socioambientais sobre a a gestão e uso dos recursos florestais.

Para o manejo florestal comunitário é imprescindivel a constituição de um grupo. entretanto , as exepriências com trabalho em grupo tem apontado para a necessidade de se preparar os seus componentes para o trabalho comunitário. Além das costumeiras técnicas de dinâmica de grupo, uma das técnicas empregadas junto ao grupo de produtores do assentamento Nilson Campos, utiliza a música popular brasileira , como base para a discussão e reflexão sobre a realidade local, promovendo assim a preparação dos assentados para a participação efetiva na elaboração do plano de manejo.

A fase de sensibilização culminou com a constituição de um Grupo Comunitário de Estudo (GCE) , que a cada reunião desenvolve um tema para discussão , dentre eles : a) a biodiversidade local, diversidades de espécies florestais existentes e seu uso; b) A dinâmica atual da extração de madeira no assentamento, características biológicas, quantificação e identificação das espécies existentes; diâmetros, locais de extração; c) A situação sócioeconômica de membros do Grupo; e d) a potencialidade e uso local de produtos florestais não madeireiros.

O Grupo é constituido por 12 comunitarios e seis técnicos, dentre pesquisadores da Embrapa Rondônia e técnicos de instituições parceiras. Na discussão sobre as espécies florestais existentes no assentamento, utilizou-se a música "Matança" (Jatobá), gravada pelo cantor Xangai , no disco Cantoria 2 (1994). A mesma relata o desaparecimento das espécies florestais existentes na Mata Atlântica, e vaticina que este será o destino da Floresta Amazônica, caso não se faço o manejo florestal. A partir da listagem de todas as espécies mencionadas na letra da música , fez-se em conjunto com os participantes, um levantamento das especies que eram conhcidas por eles , e quais a que ocorriam com mais frequência no assentamento. 0 exercicio da troca de conhecimento, entre produtores e técnicos, se deu a partir da indentificação das espécies que na região Norte recebem outra nomenclatura, bem como em relação as formas de uso, seja para , construção, movéis , fins medicinais e artesanal.

Na avaliação da técnica, os produtores reconhecem a validade do emprego da música, para facilitar a reflexão e a aprendizagem sobre os assuntos tratados no Grupo. Além da música já mencionada , foram utilizadas as músicas "Saga da Amazônia" e "Peróla Azulada" (Zé Miguel – Acústico 2001). A análise completa das dinâmicas estará sendo divulgada em evento técnico cientifico da área de comunicação.

Vânia Beatriz Vasconcelos de Oliveira
Mestre em Extensão Rural
Pesquisadora Embrapa Rondônia


Fonte: Embrapa Rondônia



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

14/12/2019 às 12:56

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

O que você acha da implantação do Cadastro Ambiental Rural (CAR)?

Trará benefícios aos produtores rurais
Trará benefícios ao meio ambiente
Trará benefícios apenas para o governo
Trará benefícios aos produtores rurais, ao meio ambiente e ao governo
Não muda a situação dos produtores rurais, nem do meio ambiente

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1091 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey