Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 16

Warning: max() [function.max]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 53

Warning: min() [function.min]: Array must contain at least one element in /home/storage/7/ab/56/ciflorestas/public_html/controle/nuvemtags_gerar.php on line 55
CIFlorestas>>Notícia>> Brasil e Argentina Selam Paliativo à Disputa Comercial

Facebook Twitter RSS

Notícia

Versão para impressão
A-
A+


19/11/2009

Brasil e Argentina Selam Paliativo à Disputa Comercial

Reunião entre os presidentes do Brasil e da Argentina para discutir contenciosos comerciais terminou nesta quarta-feira com o compromisso de que, a partir de janeiro, a concessão de licenças de importação entre os dois países não se arraste além do prazo de 60 dias autorizado pela Oranização Mundial do Comércio.

Reunião entre os presidentes do Brasil e da Argentina para discutir contenciosos comerciais terminou nesta quarta-feira com o compromisso de que, a partir de janeiro, a concessão de licenças de importação entre os dois países não se arraste além do prazo de 60 dias autorizado pela Oranização Mundial do Comércio.

Também foi definido que haverá um regime mais "expedito", para produtos perecíveis e sazonais.

Os dois sócios do Mercosul não conseguiram, contudo, avançar na negociação em torno da eliminação no curto prazo das licenças não-automáticas, cuja imposição têm sido usada pelos dois países como barreiras comerciais, impondo prejuízos a exportadores brasileiros e argentinos.

Para tentar buscar uma solução para a questão, Luiz Inácio Lula da Silva e Cristina Kirchner definiram que os seus ministros da Fazenda, das Relações Exteriores e da Indústria e Comércio passarão a ter reuniões periódicas a cada 45 dias para tratar dos contenciosos.

"As reuniões serão um instrumento muito útil para superar as diferenças", disse Cristina Kirchner em discurso, destacando que as atuais desavenças pontuais "a longo prazo são coisas muito pequenas".

Lula destacou as estreitas relações entre os dois principais sócios do Mercosul - bloco comercial também integrado por Paraguai e Uruguai - e disse que as duas nações são interdependentes.

"Argentina e Brasil necessitam se entender e se ver como sócios. Ao Brasil interessa que a Argentina cresça e se fortaleça", declarou.

A OMC estabelece um prazo máximo de 60 dias para a concessão de licenças não-automáticas de importação, que podem ser exigidas para produtos mais sensíveis.

Os dois países normalmente utilizam no comércio licenças automáticas, bastante rápidas, mas no ano passado a Argentina passou a exigir licenças não-automáticas para vários produtos brasileiros em um esforço para defender sua produção doméstica. Em alguns casos, as licenças têm demorado até 180 dias para serem concedidas, segundo informação do governo brasileiros.

Em retaliação, o Brasil impôs o mesmo tipo de barreira a vários produtos argentinos há cerca de um mês.

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio brasileiro, Miguel Jorge, afirmou que o tempo para negociação nesta quarta-feira foi muito exíguo, o que impossibilitou um acordo definitivo, que deverá ser buscado gradualmente.

"É impossível você discutir e resolver questões como essas em quatro horas", afirmou a jornalistas, em referência à reunião técnica de negociação que precedeu o encontro de Lula e Kirchner.


Fonte: Cedetem



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (0)


CIFlorestas disse:

17/11/2018 às 12:02

Nenhum comentário enviado até o momento.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

As mais lidas


Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para carvão?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


1237 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey