Facebook Twitter RSS

Evento/Curso

Versão para impressão
A-
A+


2° WORKSHOP BRASILEIRO DE MOGNO AFRICANO
16/08 a 17/08 em Centro de convenções de Goiânia/GO

Nos próximos dias 16 e 17 de agosto Goiânia vai sediar o II Workshop Brasileiro de Mogno Africano. O evento técnico-agronômico e científico, destinado a investidores do setor florestal, produtores rurais, estudantes e comunidade em geral, tem por objetivo mostrar as potencialidades comerciais dessa espécie de madeira nobre e esclarecer dúvidas sobre seu cultivo e manejo. Nesta edição, o evento conta com um módulo prático, onde será ministrado um curso prático sobre o cultivo do mogno africano.

Os interessados em participarem do evento já podem acessar www.workshopmognoafricano.com.br para realizarem suas inscrições, que serão feitas exclusivamente neste site.  No ambiente virtual, basta clicar no link “Inscrições”, optar por uma das três modalidades de participação, preencher os espaços solicitados e efetuar o pagamento, cujos preços variam de acordo com a inscrição escolhida: somente o curso ou o seminário R$ 200 (duzentos reais), curso e seminário R$ 300 (trezentos reais). Estudantes que necessitem de certificado de participação para fins acadêmicos deverão solicitar o mesmo no ato da inscrição. O evento propiciará conhecimento mais detalhado sobre o desenvolvimento da cultura do mogno no Brasil, seus sistema de produção, quais as vantagens de se investir na cultura e produção da espécie para fins comerciais e quais as linhas de crédito mais viáveis para viabilizar este investimento.

Os temas serão abordados por profissionais de cada área e por pesquisadores da cultura mogno africano no Brasil, como: professor PhD  Evandro Novaes, professora Dra. Sybelle Barreira, professor Dr. Luís Carlos Barcelos,  todos da Universidade Federal de Goiás (UFG); consultores do Banco do Brasil e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Completa a seleção de palestrantes, professor Dr José Alves Filho; agrônoma Tatiza Terra Barcelos, Canrobert Tormin e João Augusto da Silva, engenheiros agrônomos, consultores florestais e sócios-proprietários da Mudas Nobres, realizadora do evento.

Integra a programação do workshop uma visita orientada a área de produção e pesquisas da empresa Mudas Nobres, a fim de que os participantes conheçam os experimentos lá conduzidos e realizados em conjunto com professores/pesquisadores da Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos da Universidade Federal de Goiás (EA/UFG), apresentando resultados iniciais, parciais e finais, além de tecnologia de plantio.

Sobre o Mogno Africano

O Mogno Africano surgiu como uma outra opção, já que o Mogno Brasileiro, sofre ataque severo de pragas em plantios comerciais e teve seu corte proibido no país. Espécie tropical que se adaptou muito bem às condições brasileiras, produzindo madeira de alta qualidade e valor em diferentes tipos de clima e solo. Já é cultivada para fins comerciais por produtores rurais, profissionais liberais e empresários de diversos setores em várias regiões do país (AL, BA, DF, GO, MG, MS, PA, PI, RJ, RO, RR, RS, SC, TO). As indústrias moveleiras europeia e americana de alto padrão encontraram em sua cor avermelhada e fácil manuseio os ingredientes ideais para atender a demanda de um público exigente, que preza também pelo uso racional dos recursos do meio ambiente.

Ficha Técnica do II Workshop Brasileiro do Mogno Africano:

Local: Centro de Convenções de Goiânia - Auditório Lago Azul e Fazenda Sozinha – Bonfinópolis - GO
Período: 16 e 17 de agosto de 2013
Inscrições e informações: www.workshopmognoafricano.com.br ou pelo telefone (62) 3296.2006
Realização: Mudas Nobres
Patrocinadores: Arvoreta, Fertilizantes Heringer, Produquímica

Mais informações para a imprensa:

Assessoria de Imprensa II Workshop Brasileiro do Mogno Africano
Lucíola Correa ( luciola@lunecomunicacao.com.br) (62) 8135.1670/ 9602.9286
Site: www.workshopmognoafricano.com.br

Programação:

16 de agosto de 2013 - Sexta-feira

Ciclo de Palestras: - Teatro Rio vermelho - Centro de Convenções de Goiânia - GO

 

11h - Credenciamento

13h30 - Abertura

13h35 - Momento SEBRAE

14h - Desenvolvimento do Mogno Africano no Brasil / Inventário Florestal (Inédito)

Prof. Dra. Sybelle Barreira – UFG

14h30 - Melhoramento Genético do Mogno Africano  (Inédito)

Prof. PhD Evandro Novaes - UFG

15h - LANÇAMENTO DOS CLONES DA MUDAS NOBRES (Inédito)

Eng. Agrônomo Canrobert Tormin Borges - Mudas Nobres

15h30 - Depoimento de empresários / produtores

15h45 - Perguntas

16h10 - Intervalo – Café com prosa

16h45 - Linhas de Crédito para Plantio de Florestas 

Banco do Brasil

17h15 - Potencialidades do Mercado de Madeiras Tropicais (Inédito)

Serviço Florestal Brasileiro.

17h 45 - Perguntas

18h15 - Encerramento / Homenagens

 

17 de agosto de 2013 – Sábado

Dia de Campo – Fazenda Sozinha – Bonfinópolis – GO

 

08h - Cadastramento / Recepção com café da manhã

09h - Palestras sobre as pesquisas em andamento / apresentação de resultados parciais e finais nas estações:

  • Convênio UFG / Mudas Nobres – Visão geral dos trabalhos em andamento.
    Eng. Agrônomo Canrobert Tormin Borges – Mudas Nobres. 
  • Sistemas de Irrigação em Mogno Africano
    Prof. Dr José Alves Filho - UFG
  • Uso de herbicidas e consórcio de culturas - Integração Floresta x Lavoura Engenheira 
    Agrônoma Tatiza Terra Barcelos.
  • Apresentação dos Clones Lançados pela Mudas Nobres 
    Eng. Agrônomo João Augusto da Silva – Mudas Nobres
  • Tecnologia de Plantio / Equipamentos 
    Prof. Dr. Luís Carlos Barcelos

13h - Almoço de Confraternização

Programação do curso:

  • Origem do Mogno Africano
  • Aspectos gerais do cultivo do K. senegalensis e K. anthotheca
  • Cultivo do Khaya ivorensis:
  • Licenciamento Ambiental
  • Parâmetros técnicos para escolha da área
  • Preparo de solo / correção
  • Controle de Formigas
  • Subsolagem
  • Escolha das Mudas: seminal e clonal
  • Plantio / Adubação
  • Irrigação
  • Controle de Plantas Daninhas
  • Pragas/Doenças.
  • Desrama
  • Colheita
  • Aplicação da Madeira
  • Comercialização
  • Custo de Produção
Clique aqui e veja detalhadamente todos os detalhes do evento.

CONTATOS:
62 3296 2006
62 9266 5419
62 9126 7882
sac@mudasnobres.com.br


Fonte: workshopmognoafricano



Publicidade


Deixe seu comentário no espaço abaixo ou clique aqui e fale conosco.


Nome: Email (não aparecerá no site):




Comentário(s) (1)


ESTEVAM DE OLIVEIRA CASTELO - ENGº AGRº FISCAL FEDERAL AGROPECUÁRIO disse:

24/07/2013 às 07:52

Estou sitiado em Belém do Pará onde a EMBRAPA-CPATU tem desenvolvido alguns trabalhos de pesquisa sobre essa espécie, e no Estado existem inumeros plantios com predominancia do Khaya ivorensis já na sua maioria produzindo sementes. Muitos dessas áreas já Inscritas segundo a IN 56/2011-SDA/MAPA para coleta de sementes. Há também plantios da espécie Khaya anthoteca qual no meu ponto de vista matrizes ESPETACULARES comparadas com Ivorensis e senagalensis, isso na área do Sr Hiroshi okajima o Produtor ruras pioneiro na Importação desses materiais. PERGUNTO AOS ORGANIZADORES DO EVENTO, voces já mantiveram algum contato com este Sr e com os pesquisadoras do CPATU, DR URANO, DRA WALNICE e também a Professora na área de melhoramento de espécies florestais da UFRA Dra SELMA OHASHI..Seria interessante voces também contactarem com esse pessoal pois acho que enrriqueceria mais o EVENTO. Ah lembrei também do Professor Dr Antonio Higa que muito nos ajudou na elaboração do Regulamento das espécies florestais nativas e exóticas. Também cito a Dr NOEMI VIANA do laboratório de Sementes Florestais do CPATU, todo esse povo já desenvolve aqui no PARÁ trabalhos muitos interessantes que com certeza dariam uma contribuição a este Maravilhoso Evento. Bem posso já adiantar alguns telefones desse pessoal pra contatos: URANO=(91)9988-5687, SELMA=(91)9982-1086, NOEMI=(91)9982-7193,WALNICE=(91)8126-3781,FFA ESTEVAM=(91)9162-8965. Fico a disposição para quaisquer informações adicionais.

Novidades do Site


Quer divulgar sua empresa ou está buscando uma empresa florestal?

Pensamento

A melhor maneira de realizar os seus sonhos é acordar.
Paul Valéry

Vídeo

Bureau de Inteligência

Análise Conjuntural
Editais
Produções Técnicas

Patentes
Cartilha Florestal
Legislação



Publicidade

Mercado

Cotações
Câmbio
Mapa Empresarial


Enquete

Do ponto de vista técnico e operacional, qual é a melhor unidade para comercialização da madeira para celulose?

volume de madeira sólida (metro cúbico)
tonelada de madeira
metro estéreo ou metro de lenha
unidade ou peças de madeira

Receba no seu email

Análise Conjuntural

Estudo e análise de especialista sobre o mercado de florestas.

Newsletter

Receba as novidades do setor de florestas no seu email.

Nuvem de Tags


4331 visitas nesta página

Polo de Excelência em Florestas

Parceiros

AMS  |   ECOTECA DIGITAL  |   EMBRAPA FLORESTAS  |   EPAMIG  |   FAEMG  |   INTERSIND  |   LARF  |   MAIS FLORESTAS  |   MAPA  |   SEAPA  |   SEBRAE  |   SECTES  |   SEDE  |   SEMAD  |   SIF  |   UFLA  |   UFV  |   UFVJM  |   UNIFEMM  |  

Colaboradores

ACELERADORA DE  |   AGROBASE  |   AGROMUNDO  |   APABOR  |   BRACELPA  |   CIENTEC  |   FAPEMIG  |   FINEP  |   IEF  |   LATEKS  |   PAINEL FLORESTAL  |   TRATALIPTO  |   UFV JR. FLORESTAL  |  
Desenvolvido por Ronnan del Rey